O abração "curativo" de um pai: Demonstrando amor à sua filha adolescente

Os pais precisam abraçar suas filhas. Não há substituto para o amor do pai. Ele tem o poder de equilibrar emocionalmente suas filhas.

2,771 views   |   3 shares
  • As adolescentes costumam ter um ar de independência que diz: "Eu não preciso mais dos abraços do meu pai. Estou velha demais para isso." Não acredito nisso nem por um minuto. O benefício contínuo dos abraços de um pai tornou-se óbvio em uma experiência recente contada a nós por uma madrasta de uma menina de 15 anos de idade.

  • Para proteger sua privacidade, vamos chamá-la de Sheri e a madastra, Grace. Sheri, que vive com sua mãe, foi visitar seu pai e a madrasta. Aparentemente, a visita estava boa, mas houve um distanciamento evidente entre Sheri e seu pai. Não importa o quanto ele tentasse se aproximar, ela erguia uma barreira que evitava qualquer tipo de troca amorosa.

  • Uma noite Grace e o pai de Sheri estavam sentados na sala quando Sheri entrou com uma atitude obviamente desafiadora. Grace decidiu que era hora para uma conversa de coração para coração com ela para descobrir o que a estava incomodando.

  • Grace a convidou a sentar-se e disse: "Vamos chegar ao fundo do que está lhe incomodando. Queremos que você nos diga o que sente, por que você se coloca tão distante de seu pai." Naquele momento o pai juntou-se a elas e disse: "Você pode dizer o que quiser e não vamos interromper ou ficar com raiva de você. Basta dizer-nos o que a incomoda".

  • A filha abre seu coração

  • As comportas se abriram e meses de frustração fluíram do coração sofredor da adolescente. "Eu quero viver com a minha mãe, mas eu sinto sua falta, pai. Por que você não me liga mais, por que você não se importa comigo como você costumava fazer? Por que você não vem me ver mais?". As palavras foram lançadas como um tsunami emocional. "Você realmente não se preocupa mais comigo", algumas lágrimas desceram, em seguida ela caiu no chão em posição fetal, e chorou copiosamente.

  • O pai olhou para a esposa, como se dissesse: "O que eu faço?". Ela sussurrou: "Abrace-a e deixe-a chorar."

  • Ele se abaixou e colocou os braços em volta dela segurando-a firmemente enquanto sussurrava-lhe: "Eu te amo tanto. E eu tenho tantas saudades suas. Eu sinto tanto não estar vivendo mais perto para vê-la com mais frequência. Gosto de estar com você. Eu te amo muito". Ela respondeu aconchegando-se mais perto dele enquanto chorava, obviamente, acolhendo seus ternos gestos de amor. Ela sussurrou: "Eu te amo, papai".

  • Logo as lágrimas secaram e eles falaram sobre o que poderiam mudar no futuro. Sheri começou a entender que seu pai também sofria por não poder estar com ela mais vezes. Uma nova visão se abriu para ambos, pai e filha, revelando a necessidade de se comunicarem mais abertamente um com o outro.

  • Advertisement
  • Sheri tornou-se uma garota diferente a partir daquele momento. Sua atitude havia mudado. Ela estava feliz. Ela mostrava em seu semblante e em sua boa vontade que os abraços e as conversas com seu pai e Grace eram bem-vindos.

  • Nada substitui um abraço

  • Se este pai não tivesse se abaixado humildemente e segurado a filha nos braços, suas palavras não teriam penetrado o coração dela. Ela precisava sentir os braços fortes e amorosos de seu pai envolvê-la e ouvir suas palavras suaves de amor por ela. As palavras por si só não teriam surtido tanto efeito. Uma madrasta que incentiva esse tipo de ação é realmente sábia.

  • Toda garota precisa saber que seu pai a ama incondicionalmente. Ela precisa de seus braços ao seu redor para tranquilizá-la, para que ela tenha certeza que ele se importa e se preocupa com seu bem-estar. Mesmo que você pense que ela irá resistir, encontre uma maneira de dar-lhe esses abraços tão necessários, junto com a garantia de seu amor por ela. Quando as meninas sabem que são amadas por seus pais, elas geralmente não irão buscar amor de forma indiscriminada em outros homens. Muitas vezes, a falta de uma boa relação pai / filha leva à promiscuidade e à gravidez fora de hora.

  • Pais, abracem suas filhas e proteja-as da necessidade de procurar por esse amor em outro lugar durante esses anos delicados da adolescência. Dê-lhes a estabilidade emocional que só você pode dar. Elas serão muito mais felizes e vocês também.

  • Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original The healing hug of a daddy: Loving your teenage daughter, de Gary and Joy Lundberg.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Gary Lundberg is a licensed marriage and family therapist, Joy is a writer and lyricist. Together they present seminars and author books on relationships. Their website is garyjoylundberg.com, email

Website: http://garyjoylundberg.com

O abração "curativo" de um pai: Demonstrando amor à sua filha adolescente

Os pais precisam abraçar suas filhas. Não há substituto para o amor do pai. Ele tem o poder de equilibrar emocionalmente suas filhas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr