Use estes 26 truques para realmente se comunicar com seus filhos

Veja algumas técnicas simples, ou truques, para você aplicar na comunicação com suas crianças e adolescentes, que produzirão resultados surpreendentes.

8,070 views   |   34 shares
  • Aqui vão algumas técnicas simples para uma comunicação eficaz entre pais e filhos, que criará uma aproximação, fortalecerá a confiança mútua e surtirá os resultados esperados.

  • Para atrair a atenção dele

    • Não grite de outro cômodo da casa para chamá-lo. Vá até onde ele está.

    • Antes de falar, abaixe-se e fique com seus olhos na altura dos olhos dele.

    • Toque seu ombro, quando for uma criança maior ou um adolescente. Se for uma criança dispersa, segure levemente seus braços, de forma que o corpinho dela fique de frente para o seu, e ela lhe olhe nos olhos enquanto você fala.

    • Fale em um tom de voz agradável.

    • Se quiser chamar a atenção de várias crianças barulhentas ao mesmo tempo, experimente falar em um tom de voz bem baixo, quase cochichando. Fique falando nesse volume por algum tempo, até que todas parem de fazer barulho para tentar entender o que você diz. Quando fizerem silêncio, transmita o recado no tom de voz normal.

  • Para conseguir sua colaboração

    • Use "por favor" abundantemente, pois crianças e jovens detestam ser mandadas. Eles estão mais propensos a atender pedidos em vez de ordens. Além disso, você precisa ser exemplo de educação e cordialidade. Então, em vez de dizer: "Arrume esse chiqueiro agora!", experimente dizer: "Você poderia arrumar sua cama, guardar os calçados e colocar as roupas sujas no cesto, por favor?"

    • Dê detalhes do que precisa ser feito, conforme o último exemplo acima. As crianças e jovens não têm a mesma percepção de detalhes que você.

    • Use de persuasão, jamais de opressão. Uma pessoa opressora diria: "Você não faz nada direito! Faça novamente, quem sabe melhora um pouco!". Ela usaria de persuasão, caso dissesse: "Você já melhorou bastante, mas com a sua capacidade, poderá se sair melhor ainda!".

    • Tome a frente, em vez de empurrá-lo. Ou seja, quando for viável, inicie uma tarefa e peça sua ajuda, em vez de perder tempo insistindo para ele começar a fazer.

    • Evite sermões. Se quiser que ele faça algo, seja claro e direto. Os sermões vão deixá-lo aborrecido e menos animado para ajudar.

    • Faça da tarefa uma atividade prazerosa. Conversem coisas alegres, cantem músicas ou deixe que seu adolescente coloque suas músicas prediletas para tocar enquanto trabalham.

  • Para evitar discussões

  • Além de seguir os conselhos anteriores sobre o volume da voz, cordialidade, evitar opressão e sermões, aqui vão outros importantes.

  • Advertisement
    • Aprenda a ouvir e a valorizar o que sua criança ou jovem diz.

    • Evite adjetivos negativos, como preguiçoso e egoísta.

    • Evite mudanças bruscas de humor. Isso gera muita insegurança nos filhos, e pode ser um impeditivo para eles lhes procurarem para conversar.

    • Não chame a atenção dele na frente de um amigo ou em público.

    • Não desenvolva o hábito de dizer "não" para tudo. Avalie, primeiramente, o que ele deseja. Até ter certeza do que vai fazer, diga: "Preciso pensar".

    • Pergunte a ele: "O que você sugere para resolver isso?", quando surgir algum impasse entre vocês. Considere com carinho suas sugestões.

  • Para demonstrar que você o ama e se importa com seus sentimentos

    • Diga que o ama com frequência.

    • Coloque-se à disposição para o diálogo. Ele precisa saber que você está sempre pronto para ouvi-lo. Pare o que está fazendo e dê uma atenção adequada. Se for impossível no momento, marque um horário para conversarem.

    • Dedique tempo exclusivo para cada filho. Eles se sentirão únicos, especiais e sentirão mais liberdade para conversar coisas que não gostariam que os irmãos ouvissem.

    • Tenham conversas agradáveis, alegres. Riam juntos. Não converse com seu filho somente quando precisar tratar de assuntos sérios ou resolver problemas.

    • Seja compreensivo. Esforce-se para entender seus sentimentos, seu ponto de vista, suas necessidades. Não julgue mal seus pensamentos e sentimentos.

    • Demonstre interesse. Pergunte sobre sua vida, os estudos, os amigos, suas atividades.

    • Seja confiável. Ele precisará ter certeza de que você não contará para toda a família aquilo que ele lhe confidenciar.

    • Dê um feedback positivo. Se você pede que ele faça algo, não se esqueça de elogiar e agradecer.

    • Use e abuse do sorriso. Os filhos ficam frustrados diante da cara de reprovação dos pais para algo de errado que fazem. Por isso, sempre que eles agirem corretamente, mostre sua aprovação também por meio de sorrisos e piscadelas.

  • Através de uma comunicação efetiva entre os membros da família, poderão ser mantidos bons níveis de "saúde" familiar. Os pais deverão ser os primeiros a trabalhar para fazer isso funcionar. Se eles fizerem a sua parte, seus filhos tenderão a imitá-los, buscando também um entendimento entre eles.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Use estes 26 truques para realmente se comunicar com seus filhos

Veja algumas técnicas simples, ou truques, para você aplicar na comunicação com suas crianças e adolescentes, que produzirão resultados surpreendentes.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr