A escola ensina, os pais educam: 7 dicas para alcançar o equilíbrio

Quem tem a responsabilidade de educar, a escola ou os pais? Um debate para sua família que você precisa tomar uma atitude.

10,868 views   |   92 shares
  • Não é de hoje que ouvimos os professores de nossos filhos dizerem: A escola ensina. A educação vem de casa.

  • Algumas situações ocorridas especialmente no Brasil têm se tornado insustentáveis. Temos recentemente o caso da professora que ao cumprir uma norma escolar foi ameaçada e sofreu agressões físicas e verbais da mãe da criança. Este não é um caso isolado. Muitos professores têm sofrido maus-tratos por alunos e seus pais há muito tempo.

  • Especialistas e críticos têm colocado o assunto em pauta afirmando que os pais não sabem mais seu papel como educadores e nem como impor limites a seus filhos.

  • Psicólogos afirmam que antigamente os filhos eram criados com exigências e limites extremos. Mais tarde, a liberdade dada aos filhos foi exagerada e isso gerou pais indecisos na educação de seus próprios filhos nesta geração, somado ainda à falta de tempo e cobranças excessivas da vida.

  • Mães e pais chegam cansados em casa e para não discutir e perder a amizade do filho acabam sendo permissivos demais, prejudicando a educação e o respeito que o filho deveria adquirir no lar.

  • O princípio da educação realmente vem de berço. Em um local onde o objetivo de todos é o bem-estar, respeito e crescimento saudável em todas as áreas para todos os membros da família, tais problemas são menores ou até inexistentes. A criança cresce sabendo seu lugar como filho, respeitando os pais e outros adultos, pois vê o mesmo respeito de seus próprios pais às outras pessoas. Ao começar a frequentar a escola ela respeitará o professor e as regras impostas, mesmo que sofra punições por isso. Afinal, também há regras em sua própria casa que precisam ser respeitadas.

  • Advertisement
  • No período escolar, os pais precisam estar atentos ao relacionamento do filho com professores, alunos e funcionários, pois a convivência neste ambiente pode ser bem diferente do que é ensinado em casa. Perceber alterações no humor da criança pode ser um indicativo de que algo não está tão bem quanto deveria. Ao perceber mudanças comportamentais nos filhos fica muito mais fácil ajudar a resolver reveses ou desavenças.

  • Para evitar a acusação de não ter educado seu filho em casa é importante se lembrar de:

    1. Demonstrar respeito aos mais velhos e autoridades na frente dos filhos bem como na ausência deles.

    2. Comparecer às reuniões escolares e atividades. Dirigir-se aos professores, direção e funcionários sempre com respeito.

    3. Perguntar ao filho como foi a escola, o que aprendeu, quais atividades foram executadas; olhar os cadernos e realmente se interessar por seu relato.

    4. Concordar com as atividades e atitudes do professor ou as regras da escola mesmo que as crianças não aceitem. São vários alunos e seu filho pode ser influenciado pelos outros e se rebelar.

    5. Jamais criticar o professor, funcionários ou as regras da escola. Caso não concorde com algo, tente resolver pessoalmente. Se ainda assim não obtiver o resultado esperado, melhor trocar de escola.

    6. Escolas particulares ensinam alunos. Eles não são clientes. É necessário lembrar-se disso para não exigir notas em troca do valor pago. Muitos alunos universitários têm pleiteado a graduação acadêmica sem esforço. E essa atitude pode vir de sua educação no período escolar enquanto os pais direcionavam sua vida.

    7. Sempre usar o bom senso e equilíbrio. Se o dia está ruim e não for o momento adequado para tomar decisões, adie. Pese os dois lados. Nem sempre seu filho estará com a razão.

  • Para mais atitudes dos pais que favorecem o sucesso dos filhos na sala de aula e na vida, clique neste link.

  • Ao educar uma criança com respeito e regras em casa e na escola, a criança estará apta para uma sociedade melhor.

  • Nas próprias palavras do pedagogo e filósofo Paulo Freire: "Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda."

  • Advertisement
  • Leia também: A educação dos filhos - A importância de impor limites

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.

A escola ensina, os pais educam: 7 dicas para alcançar o equilíbrio

Quem tem a responsabilidade de educar, a escola ou os pais? Um debate para sua família que você precisa tomar uma atitude.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr