7 situações que podem fazer um casamento terminar em divórcio

Nem penso nisso, divórcio jamais! Contudo, estas situações PODEM levar ao divórcio se o casal não souber como lidar com elas. Mude isso HOJE!

8,570 views   |   shares
  • Todos os casamentos atuais enfrentam muitos estressores impostos pela vida moderna. Não há como escapar disso. Porém, podemos reorganizar esses fatos, podemos medir um pouco aqui e outro ali.

  • Existem vários fatores importantes que nunca devem ser negligenciados pelos casados, seja pela esposa ou pelo marido. Precisamos observar sempre os obstáculos psicológicos, sociais e materiais do nosso relacionamento, mesmo que ainda pareçamos viver em lua de mel, um dia esses problemas chegarão, e então já estaremos preparados para compreender e lidar com esses desafios.

  • Alguns desses problemas ou desafios, infelizmente, estão levando incontáveis casamentos à falência. Vamos aprender juntos quais são eles e como podemos agir para nos prevenir acerca dos mesmos.

  • Observemos os sábios conselhos dados pela Dra. Elizabeth Ochoa, PhD, conselheira matrimonial e psicóloga-chefe do Beth Israel Medical Center, em Nova York:

  • 1. Doenças graves

  • Conhecida é a frase "O amanhã a Deus pertence", real e intensa, pois algumas doenças ou acidentes graves podem acontecer de uma hora para outra. Ninguém deseja ou provoca, mas acontecem, uma grave batida de carro, por exemplo.

  • Como reagimos a essa causa tão grave, que poder trazer consequências seríssimas ao nosso casamento? Desejamos realmente cumprir nossa promessa feita no altar, na saúde e na doença?

  • Pense a respeito. Sua vida pode dar muitas voltas, seu contato físico com seu cônjuge pode ficar limitado, o sexo pode mudar totalmente. Até onde nosso amor aguentaria?

  • Solução antecipada: Sempre digo e repito, e acho que isso pode salvar muitos casamentos, sejamos os melhores amigos de nosso companheiro. Converse, saiba tudo sobre ele, seus medos, seus sonhos, exatamente tudo. Terão assunto para render a vento e poupa se um dia algo acontecer, e poderão rir das dificuldades, como bons e velhos amigos.

  • 2. Mudança ou perda de emprego

  • Outro grande fator de causa de divórcio é a situação financeira do casal ou da família. A perda ou mudança de emprego repentina "pode afetar a segurança no relacionamento e gerar insatisfação conjugal", afirma a Dra. Elizabeth Ochoa.

  • Além disso, os horários alterados e rotinas de responsabilidades modificadas podem mudar o foco dos casados, causando estresses sobre dinheiro e outros assuntos.

  • Advertisement
  • Solução refazendo as contas: No livro "Amar pode dar certo", o autor Roberto Shinyashiki afirma que "O relacionamento de amor dignifica o homem e lhe atribui a verdadeira dimensão do seu valor". Nesses momentos complicados, tratando-se de dinheiro, ponderemos o que realmente importa na vida, o que temos ou quem temos ao nosso lado.

  • 3. Gravidez, parto, filhos

  • Assunto de todos que se casam em algum determinado período da vida a dois, seja já no começo do namoro, ou depois de anos de casados, um dia o item a mais na lista de compras vem à tona.

  • Um estudo recente publicado no Jornal Family Psychology, afirma que 67% dos casais experimentaram mudanças no relacionamento conjugal dentro dos três primeiros anos do nascimento do bebê.

  • Ter um filho, um bebê é assunto sério, realmente traz estresses e mudanças bem grandes na vida.

  • Solução comportamental: Simples, fácil e descomplicado. Encontre a saída para esse assunto com a fórmula da comunicação!

  • Precisamos compreender um ao outro, esperar um pouco, se necessário. Um homem não pode ser obrigado a ser pai, ele precisa querer isso. Analisem todas as circunstâncias necessárias e preparatórias para a chegada desse bebê, que ele seja um presente de casamento aos dois e não um motivo para discussões.

  • 4. Insistência nos defeitos

  • Quando um casal começa a enxergar mais os defeitos um do outro do que suas qualidades. Também, quando alguém (um dos dois) decide que não vai mudar, exala a síndrome de Gabriela: "Eu nasci assim, eu cresci assim, não vou mudar". Sinal de alerta vermelho.

  • Solução amorosa: O grau de nosso envolvimento na relação é imprescindível para o sucesso da mesma, assim como as manifestações explícitas e implícitas de amor e carinho. Eu realmente posso mudar meus defeitos, seja qual for, se eu decidir que quero. Receba ou ofereça essa singela manifestação de amor.

  • 5. Quando o ninho torna-se vazio

  • A casa agora está vazia, os filhos criaram seu rumo, estudam longe, casaram, formaram sua vida, e os pais como ficam? Por que fica esse vazio no peito?

  • As tarefas diminuem, as preocupações também, os maus hábitos podem tornar-se mais evidentes ou voltar à tona, agora não preciso mais suportar tudo que ela ou ele me faz, pois só suportei pelos filhos.

  • Solução "Sexta-feira 13": O 13 é só um comparativo. Mas como casais precisamos do nosso dia a dois, ficar sozinhos, conversar sobre nosso relacionamento, como está, o que pode mudar. Dia de beijar e abraçar muito! De desligar os aparelhos eletrônicos e amar seu cônjuge.

  • Advertisement
  • 6. Desinteresse emocional

  • Conforme podemos verificar no artigo A causa N° 1 do divórcio não é o que você pensa, o autor menciona que a falta de investimento intencional em seu casamento pode ser um grave problema. Pois podemos influenciar nossos sentimentos, a decisão é nossa, podemos decidir investir mais um pouco ou desistir de vez.

  • Solução principal: Seu afeto pode voltar ou crescer, na medida em que você acrescenta um pouco mais de esforço, intenção e energia para com o seu casamento. Identifique suas prioridades, coloque seu casamento em primeiro lugar.

  • 7. Infidelidade física e virtual

  • Nenhuma traição ocorre de um dia para o outro. Muitos fatores começam bem antes. Posso acreditar que um deles seja a mentira. Dizer que ficou em uma reunião e saiu com os amigos, dizer que estava onde realmente não estava e com as pessoas que realmente não estavam.

  • Atualmente existem também as traições virtuais. Uma pessoa que possui vícios em pornografias apresenta um comportamento compulsivo fazendo com que o cônjuge fique em segundo plano.

  • Solução intensa: Não guardar ressentimentos ou medos. Resolvam qualquer coisa juntos, seus traumas de infância, seus medos grotescos, não escondam nada um do outro, contem, não finjam que não existe algo de errado, se ajudem, evitem esse mal tão destrutivo e avassalador em suas vidas.

  • As traições ocorrem em mais da metade dos casamentos mal-sucedidos nos Estados Unidos e certamente não é diferente aqui no Brasil.

  • Após ler esses conselhos, repense seu casamento, reveja suas atitudes e ações perante seu cônjuge. O artigo 5 perguntas importantes para avaliar seu casamento pode lhe ajudar. Se necessário, não tenha vergonha de buscar Terapia Conjugal. Salve seu casamento, preserve seu emocional.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Bacharel em Direito, Mediadora e Conciliadora de Família, realiza palestras para noivos e recém-casados sobre relacionamentos, especialista em Psicologia Jurídica, esposa, mãe e genealogista.

7 situações que podem fazer um casamento terminar em divórcio

Nem penso nisso, divórcio jamais! Contudo, estas situações PODEM levar ao divórcio se o casal não souber como lidar com elas. Mude isso HOJE!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr