Querida mãe sozinha...

Independente do motivo, se você cuida de seus filhos sozinha, você precisa ler URGENTE estas 15 dicas para melhorar como você se sente.

13,152 views   |   15 shares
  • _Este artigo foi publicado originalmente no blog Faith & Family, reproduzido aqui com permissão, traduzido e adaptado por Sarah Pierina.

  • Eu não sei como você consegue. Eu realmente não sei.

  • Quando eu tenho um dia difícil em casa com as crianças e meu marido chega em casa, muitas vezes ele me dá alguns minutos para mim mesma.

  • Você não tem isso.

  • Quando eu quero fazer supermercado sem os pequeninos grudados nas minhas pernas, eu tenho a opção de deixar meus filhos em casa com meu marido.

  • Você não.

  • Eu também tenho a escolha de trabalhar fora de casa ou ficar em casa com meus filhos. Você tem que trabalhar, porque você é a única fonte de renda para sua família.

  • E isso é apenas a superfície da complexidade de ser mãe solteira. Nós nem sequer tocamos sobre as dificuldades financeiras, complexidades de coparentalidade, problemas de agenda, etc.

  • Então, permita-me dar-lhe o crédito que você merece. Você está calçando o sapato de dois pais, tentando preencher não apenas o papel de mãe, mas também de pai.

  • Esse é um trabalho difícil para qualquer um. (Na verdade, o autor Kevin Leman sugere que você pare de tentar preencher o papel do pai… Mas nós vamos falar mais sobre isso mais tarde). Fico impressionada com o que você é capaz de fazer, e honestamente, você não recebe crédito suficiente.

  • Eu não sei por que o pai de seu filho não está por perto. Talvez você nunca o conheceu realmente. Talvez ele tenha falecido. Talvez ele tenha ido embora. Ou talvez ele viaje o tempo todo a trabalho. Independentemente da causa de sua ausência, você merece um tapinha nas costas pelo trabalho duro que você faz no dia a dia.

  • Eu conheço muitas mães solteiras que são duras consigo mesmas porque seus filhos não têm um pai. Elas sentem culpa, porque não podem dar a seus filhos o presente de ter dois pais.

  • Mas o ponto é, viver com culpa não vai produzir uma figura paterna. A única coisa que vai fazer é roubar a sua felicidade.

  • Então, ao invés… Eu quero oferecer-lhe algumas ideias. Eu não sou uma mãe solteira, mas conheço muitas mulheres que são. E aqui estão algumas dicas que essas mulheres e outras gostariam de compartilhar com você.

  • Dicas para mães solteiras:

    1. Aprecie o que você tem, em vez de se concentrar no que falta em sua vida. Isso vale para todos nós, não apenas mães solteiras. É tão fácil se concentrar no que falta em vez do que nos foi dado. Infelizmente, quando nos focamos naquilo que está faltando, perdemos aquilo que temos.

    2. Seja feliz consigo mesma, em vez de procurar por um homem (ou qualquer outra coisa) para lhe fazer feliz. A chave para ser feliz com você mesma, eu descobri que é encontrar a sua identidade em Cristo. Deixe-o torná-la completa ao invés de procurar alguém (ou algo) para preencher esse vazio em sua vida.

    3. Crie seus filhos na igreja e em torno de homens devotos. Isto é especialmente importante se o pai de seus filhos não for um exemplo positivo em suas vidas. Cerque seus filhos com modelos positivos, tanto masculinos quanto femininos. Talvez até mesmo peça para um homem devoto em sua vida (um amigo ou membro da família) para deixar seus filhos acompanharem ele e sua família às vezes. Só porque seus filhos não têm um pai em sua casa não significa que eles não possam ter uma figura paterna em suas vidas.

    4. Confie em Deus com sua vida e com a vida de seus filhos. Deus ama seus filhos ainda mais do que você os ama, e Ele será um Pai confiável para eles em todos os momentos.

    5. Tenha um tempo longe das crianças, livre de culpa. E não faça isso apenas para realizar compromissos necessários. Vá à pedicure. Faça exercícios. Saia para jantar com amigos. Faça algo que você ama, algo que irá renovar seu espírito e encorajá-la.

    6. Construa relacionamentos com aqueles que se preocupam com seus filhos. Veja esses homens e mulheres como recursos. Essas pessoas conhecem (e espero que também amem) seus filhos e podem ajudá-la quando surgirem problemas.

    7. Não tenha medo de pedir a ajuda de familiares e amigos. Torne suas necessidades conhecidas por aqueles que a rodeiam, porque eles não podem ajudá-la se não souberem como ajudar. (Nesta mesma nota… Igreja, ajude as mães solteiras. Pense em maneiras que você pode ministrar a elas. Algumas ideias vêm à mente: Ajudá-las com seu quintal ou com projetos de melhoria da casa, ajudá-las com seus veículos, providenciar ajuda com as crianças ou noites de passeio para as mães, etc.)

    8. Tente colaborar com o pai delas o melhor possível. Isso é difícil quando o outro progenitor é drasticamente diferente de você, mas é importante para o bem das crianças fazer isso tão bem quanto possível. Evite falar mal do outro progenitor. Seja respeitoso com seu ex. Permita que seu filho fale sobre seu outro pai, e não desencoraje quaisquer sentimentos positivos em relação a ele.

    9. Cuide de si mesma. Durma um pouco. Pratique exercícios. Coma refeições (não apenas lanchinhos). Quando você é mãe 24 horas por dia, é fácil deixar sua própria saúde de lado. Um dos meus amigos do Facebook disse algo muito bom: "Quanto mais saudável você estiver, mais saudável o seu relacionamento com seus filhos será." (Obrigada, PJ Shyers, sábias palavras).

    10. Ensine seus filhos sobre dinheiro e sobre depender de Deus para o que precisar. É tentador como uma mãe solteira, depender apenas de si mesma. Deixe que seus filhos vejam que você confia em Deus para o que você precisa, e eles, por sua vez, irão aprender a confiar em Deus também.

    11. Lembre-se… Deus é seu Criador e seu Marido. Você pode depender dele, mesmo quando todas as outras pessoas lhe decepciona.

    12. Dê-se algum crédito. Ser uma mãe solteira é difícil, então dê a si mesma uma folga. Não caia na armadilha da culpa. Em vez disso, acredite em si mesma e no futuro que Deus tem para você.

    13. Diminua sua agenda conforme necessário. Seja realista sobre as coisas nas quais você se inscreve. Você é apenas uma pessoa, e você não pode fazer tudo.

    14. Não caia na armadilha de pensar que você precisa preencher a vida de seu filho com "coisas" para compensar a ausência de um pai. Primeiro de tudo, coisas materiais não podem substituir uma pessoa. E em segundo lugar, você provavelmente não tem uma tonelada de dinheiro extra para gastar de qualquer maneira.

    15. Seja a mãe deles. Dr. Kevin Leman diz isso muito bem em seu livro What a Difference a Mom Makes: "Você é a mãe de seu filho. Você não é seu pai. Tente ser os dois e você irá falhar miseravelmente… Mas seja sua mãe e se esforce para manter uma conexão de coração com ele, e você vai ganhar o seu respeito e seu amor para o resto da sua vida."

  • Advertisement
  • Leia também: A melhor forma de criar um filho homem... sozinha

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Lindsey é uma amante de chocolate e é apaixonada por sua família e sua fé. Quando ela não está escrevendo, você provavelmente irá encontrá-la mergulhada em um livro. É casada de mãe de dois meninos e autora de vários livros, e escreve de madrugada, tarde da noite ou na hora das sonecas.

Website: http://www.lindseymbell.com/

Querida mãe sozinha...

Independente do motivo, se você cuida de seus filhos sozinha, você precisa ler URGENTE estas 15 dicas para melhorar como você se sente.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr