Como ser uma boa mãe quando...

O que fazer quando o bebê chora, faz birra ou não quer comer? Mantenha a calma e leia nossas dicas para estas 8 situações que testam nossa capacidade e paciência como mães.

2,114 views   |   shares
  • "Quando nasce um bebê, nasce também uma mãe". Essa frase estava em uma propaganda na sala de espera da maternidade em que tive meu filho. Eu achava que era um exagero, a marca queria me impressionar e vender seus produtos tanto para mim quanto para meu filho. Contudo, eles estavam certos.

  • Quando uma mulher se torna mãe, entra em um novo mundo, cheio de novas decisões para tomar. Não existe uma única maneira certa de cuidar do bebê, recebemos uma enxurrada de informações e temos que seguir nosso coração para fazer as melhores escolhas.

  • 10 sinais de que você está sendo uma boa mãe
  • Se você é mãe de primeira viagem ou está à espera de seu filho, as mães e psicólogas Carolyn Warren e Jennifer Polimino, autoras do livro Praying Through Your Child's Early Years (Tradução: Orando através dos primeiros anos de seu filho), reservaram algumas dicas valiosas que podem lhe ajudar a entender melhor este mundo maternal antes de embarcar nele.

  • Saiba como ser uma boa mãe quando...

  • 1. Ele chora

  • O bebê chora sempre por uma necessidade, eu utilizava a tática da eliminação. Se não estava com a fralda suja, tentava lembrar a última vez que mamou, se fazia duas ou três horas, poderia ser fome. Se era menos que isso, poderia ser sono – muitas vezes o ninar para dormir resolvia.

  • Antes de tudo, tenha paciência (pode demorar um pouco para o choro passar) e escute seu coração. Se ainda assim estiver se sentindo insegura e o bebê continuar chorando, não hesite em levar ao médico.

  • 2. Você precisa amamentar

  • Sair com o bebê exige um bom planejamento e fazer as contas de onde você estará na próxima mamada. Se você estiver em algum lugar público ou na casa de um amigo e souber que aquela é a hora em que seu filho está acostumado a mamar, não hesite em parar tudo, pedir licença e amamentar. Tenha sempre a mão uma fraldinha para ficar mais à vontade e cobrir seu peito, caso este seja um motivo que impeça de ter coragem de amamentar em público. Lembre-se: você está alimentando seu bebê e este é um gesto lindo!

  • 3. Ele provar novos alimentos

  • Neste momento muitas mães aprendem a ser persistentes – este é o grande segredo! Mesmo que ele faça caretas e cuspa a comida das primeiras vezes, continue introduzindo os alimentos. Logo você será recompensada com um prato enorme de sopa ficando vazio em instantes!

  • Advertisement
  • 4. Eles estão aprendendo a andar

  • Passe confiança ao bebê e não medo. Pode ser que ele caia e se machuque um pouco no início, mas se você estiver por perto para mostrar que ele pode continuar e seguir em frente, logo estará andando. Também lembre-se que cada criança tem seu tempo, algumas começam a caminhar com 9 meses, outras com 18 meses.

  • 5. As birras começam

  • Desenvolvemos a paciência e inteligência emocional ao sermos firmes e não ceder à birra. Quando a criança chora insistentemente, eu utilizo o cantinho da disciplina, utilizado mundo afora e também usado pela famosa babá Super Nanny, e tem dado certo.

  • 6. Ele precisa de ajuda na lição de casa

  • Quando ficam maiores, é importante manter uma rotina para fazer as tarefas escolares. Eu sempre estudei no período da manhã e minha mãe estabelecia que às 15 horas tínhamos que desligar a televisão e estudar. Ela sentava junto e nos ajudava quando precisávamos.

  • Este acompanhamento para mim e para meus três irmãos foi muito importante, nos ajudou a ter disciplina e conquistar nossos diplomas, em diferentes áreas.

  • 7. Ensinar finanças

  • Meus pais também deram um exemplo nesse sentido. Cada um ganhava uma mesada, pequena, mas que poderíamos comprar doces, ou guardar para comprar algo melhor. A cada nota máxima em uma prova de escola, ganhávamos um real. A cada nota 10 no boletim, eram 10 reais.

  • 10 coisas que demonstram que você foi uma ótima mãe hoje
  • Nos empenhamos tanto que, algumas vezes, os 10 reais do boletim tiveram que ser pagos diluídos em outros meses!

  • 8. Em apoio espiritual

  • Isso é tão importante quanto qualquer outro ensinamento. Os pais podem ensinar os princípios seguidos pela família desde cedo. Isso trará tranquilidade e resposta àquelas dúvidas de onde viemos e para onde vamos, e qual o sentido da vida.

  • Um filho com apoio espiritual dentro da famíllia dificilmente se revoltará ou buscará fora de casa a "felicidade" por meio de drogas, festas e promiscuidade.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Jornalista com experiência em redação de jornais e revistas. Mãe e esposa compartilhando experiências de vida!

Como ser uma boa mãe quando...

O que fazer quando o bebê chora, faz birra ou não quer comer? Mantenha a calma e leia nossas dicas para estas 8 situações que testam nossa capacidade e paciência como mães.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr