5 maneiras de não deixar que a maternidade acabe com seu casamento

Veja como ser mais feliz ao retomar o romantismo no casamento e conseguir equilibrar melhor os papéis de esposa e mãe.

5,655 views   |   4 shares
  • Os filhos são a maior bênção e, ao mesmo tempo, a prova de fogo de um casamento.

  • Isso porque muitas vezes fica difícil (se não, quase impossível!) manter o romantismo em meio ao caos emocional que se instala com a chegada do bebê.

  • Muitas fraldas para trocar, pilhas de roupas para lavar e passar, levantar inúmeras vezes durante a noite para amamentar... E isso tudo é só o começo da história!

  • 10 coisas que os homens precisam saber depois que a mulher vira mãe
  • Ainda virá a fase da papinha com a qual o bebê irá se lambuzar da cabeça aos pés a cada refeição, os desenhos de giz de cera na parede e os brinquedos espalhados pela casa inteira. A trabalheira não tem fim.

  • E o mais surpreendente é que nós mães encaramos isso tudo com o maior amor do mundo!

  • Acordamos quantas vezes for preciso, nem que seja só pra checar se as crianças estão bem. Pesquisamos 200 formas diferentes de preparar os legumes até encontrar uma que elas gostem, só para garantir que comam alimentos saudáveis... E tantas coisas mais.

  • Acontece que, depois de tanto trabalho, é normal não sobrar tempo para você. Muito menos para seu casamento...

  • Nessas horas a paciência acaba, os atritos começam e o romantismo vai pelo ralo.

  • A boa notícia é que não precisa ser assim!

  • Veja 5 maneiras de impedir que a maternidade acabe com seu casamento:

  • 1. Proteja a comunicação

  • Mesmo que aquelas conversas tranquilas durante o jantar sejam agora coisa do passado, é importante mostrar para o marido que ainda apreciamos suas opiniões.

  • Mostre a seu companheiro que ele é importante para você não permitindo que as crianças os interrompam enquanto estiverem conversando.

  • Mesmo não sendo fácil, nem uma coisa divertida de ensinar, é muito importante que seus filhos aprendam a valorizar esse momento dos pais.

  • 2. Tenha tempo para namorar

  • É muito importante ter um tempo para o casal. Jantar fora, ir ao cinema, dar uma volta na praça ou tomar um sorvete.

  • Quando as crianças são pequenas, sair pode envolver um esquema de guerra! Além de deixar tudo pronto e arrumado, é preciso também contar com uma pessoa que possa ficar com as crianças.

  • Se isso não for possível com tanta frequência, use sua criatividade! Planeje um cinema em casa, com filme, pipoca, refrigerante e aquelas guloseimas de cinema para depois que as crianças estiverem dormindo. Faça um jantar especial, arrume a mesa como em um restaurante, se arrume como se fosse sair.

  • Advertisement
  • Mas faça um esforço especial para saírem juntos, só os dois, pelo menos uma vez por mês.

  • 3. Não deixe de tentar impressionar

  • Nós gastamos tanta energia cuidando das crianças, que é comum esquecermos de cuidar de nós mesmas e de nossa aparência.

  • Faça um esforço especial para encontrar 10 minutinhos no dia para cuidar de você mesma. Nesse tempo talvez você não consiga fazer uma produção completa, mas pode lixar as unhas e esmaltar, dar uma arrumadinha nas sobrancelhas, ou dar um up no visual só penteando os cabelos e passando um batonzinho.

  • Além de fazer muito bem para sua autoestima, seu marido irá apreciar esse empenho.

  • 4. Seja carinhosa

  • Você ama seu marido e sabe disso. Mas é preciso demonstrar esse sentimento de uma forma tangível.

  • O contato físico e a afeição são maneiras importantes pelas quais os homens sentem-se valorizados no relacionamento.

  • Se as coisas deram uma esfriada entre vocês após a chegada das crianças, experimente essa reaproximação utilizando a "regra dos 10 segundos" – quando abraçar seu marido, prolongue esse abraço por mais 10 segundos; quando beijar, estique o beijo por mais 10 segundos; quando olhar nos olhos, sustente o olhar por mais 10 segundos. São 10 segundinhos mágicos... Você vai ver!

  • 5. Ajude seu companheiro

  • É difícil pensar em ajudar alguém quando sente que é você quem precisa de mais ajuda!

  • Em uma cultura que supervaloriza a realização pessoal, fazer coisas para ajudar ou simplesmente agradar o outro podem até parecer estranho. Mas esse é o tipo de coisa que cria aquele sentimento de contentamento e plenitude tão escassos hoje em dia.

  • As várias faces de uma mulher: Como ser mulher, esposa, mãe e amiga
  • Fazer a sobremesa que ele tanto gosta, sentar no sofá para assistir o seriado que ele gosta (e você detesta!), só pelo prazer de estar junto, também são formas de dizer "eu te amo".

  • Com essas 5 dicas e uma boa dose de determinação é possível retomar o romantismo e equilibrar melhor os papéis de mãe e esposa.

  • Esse equilíbrio irá lhe fazer uma pessoa ainda mais feliz!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Marilia Condé Aguilar é advogada, escritora, esposa e mãe. Adora pesquisar e está sempre em busca de soluções práticas para ajudá-la a equilibrar suas responsabilidades familiares e profissionais.

Website: http://lar-umpedacinhodoceu.blogspot.com.br/

5 maneiras de não deixar que a maternidade acabe com seu casamento

Veja como ser mais feliz ao retomar o romantismo no casamento e conseguir equilibrar melhor os papéis de esposa e mãe.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr