8 ideias ótimas para incluir o pai na rotina do bebê

Alguns dias depois do parto, deixei de me sentir frágil e insegura e me tornei superpoderosa e também superprotetora, excluindo o pai dessa convivência. Veja como eu mudei isso totalmente.

4,754 views   |   shares
  • Este artigo foi originalmente publicado no blog Mãe de Guri e republicado aqui com permissão.

  • Alguns dias depois do parto, deixei de me sentir frágil e insegura, sensações que tive logo depois do turbilhão de emoções de ter um filho nos braços. Ao contrário, me senti superpoderosa e passei a cuidar do Antônio com mais intensidade e dedicação ainda. Sem perceber, muitas vezes excluí o pai dos cuidados com ele.

  • Nós mães temos a tendência de achar que só nós sabemos como cuidar do filho. Passamos a maior parte do tempo amamentando, bem juntinho e achamos que só nós sabemos como atendê-lo, né?

  • Mas não é bem assim. A rotina com o bebê é muito mais do que mamar e dormir. E, cá entre nós, podemos e devemos incluir o pai nessa rotina, até para termos um tempo para nós. Às vezes precisamos só encorajá-los um pouco e mostrar como deve ser feito. Eles aprendem rapidinho e terão prazer nisto.

  • Hoje compartilho com vocês 8 dicas para incluir o pai na rotina do bebê (é bom demais)!

    1. O pai pode e deve participar da vida do bebê mesmo antes dele nascer, acompanhando você nas consultas e nos exames do pré-natal, fazendo cursos de pais e se envolvendo no planejamento do parto, afinal ele estará do seu lado nessa hora tão especial!

    2. O pai pode assistir o parto, se ele se sentir à vontade e puder dar aquele apoio à mãe, pois precisamos. E se tiver vontade, converse com o médico sobre a possibilidade de ele cortar o cordão umbilical.

    3. Ainda no hospital, o pai pode se envolver bastante, dar o primeiro banho, aprender a trocar fraldas e colocar roupinhas.

    4. Já em casa com a mãe e o bebê, o pai deve cuidar da esposa, dividir as tarefas de casa, para que nenhum dos dois fique sobrecarregado! E também se responsabilizar por algumas tarefas: banho, trocas de fraldas, ou fazer o bebê arrotar. São coisas simples, mas que tomam tempo e a mãe pode descansar enquanto o pai cuida do bebê.

    5. Cuidar da saúde emocional da mulher: caso a esposa fique muito triste, levá-la ao médico (desconfie de depressão pós-parto). Entender e não achar que é normal!

    6. Aprender a fazer shantala e fazer massagens no bebê quando ele tiver cólicas ou depois do banho, para relaxar.

    7. Passear com o bebê: o sling é uma ótima maneira de sentir o bebê bem pertinho, como a mãe sentiu por nove meses e criar um vínculo entre os dois!

    8. Conversar com o bebê, brincar, contar histórias, cantar músicas, além de ser muito bom para os dois, a mãe consegue descansar.

  • Advertisement
  • E por aí mamães, o papai participou desses primeiros dias do bebê?

  • Leia também: 10 coisas que todo marido precisa saber sobre a vida de mãe

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Mãe do Antônio e do Caetano em tempo integral e dona de casa nas horas vagas. Depois do filho, descobri minha verdadeira vocação, ser mãe!

Website: http://www.maedeguri.com.br/

8 ideias ótimas para incluir o pai na rotina do bebê

Alguns dias depois do parto, deixei de me sentir frágil e insegura e me tornei superpoderosa e também superprotetora, excluindo o pai dessa convivência. Veja como eu mudei isso totalmente.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr