10 mães compartilham 10 motivos para dar um ou mais irmãos para seu filho

Não entre na guerra de julgar se uma família tem muitos filhos ou poucos. Estabeleça o que é melhor para você e seu cônjuge e abrace a causa!

4,892 views   |   1 shares
  • Este artigo foi publicado originalmente no blog Mãe de Guri e republicado aqui com permissão.

  • Sempre sonhei em ser mãe, desde muito pequena, quando me perguntavam o que queria ser quando crescesse, respondia: professora e mãe! Me tornei professora, casei, engravidei e nasceu o Antônio, nosso filho amado.

  • Não tive a gravidez mais tranquila do mundo, sempre quis ter parto normal, e acabei numa cesárea, bem desnecessária… Além das dores físicas, porque senti dores nas costas e cicatriz por um mês, pelo menos, tinham as dores emocionais, de quem vê um sonho não se realizar.

  • Para a mãe que teve uma cesárea
  • Eu demorei para amamentar, marido estava desempregado, morávamos na casa dos meus pais com meu pai e irmão, a minha mãe estava morando longe. Foi tanta coisa, em tão pouco tempo, que só hoje consigo ver que tinha TUDO para ter depressão pós-parto. E tive mesmo.

  • Depois que superei a depressão, não pensava em ter mais filhos. Ao menos não tão cedo, como muitas mulheres têm. Uma parte de mim ainda não queria passar por tudo aquilo novamente, desde a gravidez, até o pós-parto, a depressão. Tudo estava sob controle, nossa vida estava num rumo bom.

  • 12 sinais perigosos de uma possível depressão pós-parto a serem diagnosticados com urgência
  • Porém, quando o Antônio fez 2 anos e meio, comecei a pensar no segundo filho. Já me imaginava grávida novamente, e com um bebê nos braços. Olhei em volta e vi a família que havíamos formado. Foi como se estivesse lendo um livro da minha vida. Voltei 3 anos atrás e percebi que todas as dificuldades que passamos, e não foram poucas, tinham servido para nos fortalecer como pessoas, casal, pais!

  • Amãedureci! Agora estávamos fortes, prontos para mais uma mudança em nossas vidas, ter nosso segundo filho! Lembro que essa mudança não é fácil pra ninguém, mas principalmente para a mãe.

  • A gravidez do Caetano foi supertranquila, comparada com a do Antônio. O Antônio curtiu muito o mano Caê. Já dava para ter uma noção de como seria ter dois filhos.

  • Advertisement
  • E agora, com 6 meses do gordinho, compartilho com vocês 10 motivos para darem a seu filho um maninho ou uma maninha, compartilhados por leitoras:

  • 1. Eles serão melhores amigos e companheiros por toda a vida

  • Independente da diferença de idade. Independente de serem amigos durante a infância. Quando nasce um irmão, acontece o mesmo fenômeno que acontece com as mães quando nasce um filho. Queremos protegê-los, amá-los com toda nossa força! E com irmão é a mesma coisa. Um amor que não sabemos como existe, até vivermos esse amor. Olhares de admiração mútuos, sorrisos, alegria sem fim!

  • 2. Eles sempre terão alguém para cuidar um do outro

  • A Talita Lins teve o segundo filho, pois o Pablo é especial, então teve o Pietro e agora além de supercompanheiros, o Pietro cuida do Pablo!

  • 3. Eles aprenderão a se defender e a defender-se

  • Além de muito amigos, claro que vão existir as brigas. Mas só quem tem irmão sabe como é, por mais sem noção que o seu irmão seja, só você pode chamá-lo assim e vai defendê-lo com unhas e dentes!

  • 4. Eles aprendem a compartilhar

  • Não tem melhor "escolinha" para as crianças do que conviver com irmãos. Desde cedo tem que "dividir", ora a atenção da mãe, do pai, os brinquedos, a última bolachinha do pacote, e às vezes, até o quarto.

  • 5. Eles aprendem a conviver com as diferenças

  • Um filho nunca é igual ao outro. São duas pessoas completamente diferentes, por mais que sejam parecidos fisicamente. Eles serão obrigados a conviver e aprender a lidar com as diferenças, gostos diferentes. Enquanto um quer brincar de pega-pega, o outro quer desenhar, se quiserem brincar juntos, terão que lidar com as diferenças, ceder muitas vezes.

  • 6. Eles aprendem a trabalhar em equipe

  • Quem nunca teve tarefas para fazer em casa? Seja ajudar a guardar os talheres, dobrar toalhas, guardar e dobrar suas roupas, arrumar a cama, ou mesmo varrer a sala depois do jantar? Aos poucos se darão conta que podem fazer algumas tarefas juntos, que será mais fácil, mais rápido e mais divertido!

  • 7. Eles terão alguém para compartilhar suas alegrias

  • Eu costumo falar que a gente descobre os verdadeiros amigos quando estamos muito bem. A felicidade muitas vezes incomoda, só alguém que lhe ama de verdade para ficar feliz com sua felicidade. Ficar feliz com a felicidade do outro é raro, e os irmãos são companheiros nos momentos ruins e bons…

  • 8. Terão alguém para se apoiar quando as coisas ficarem difíceis

  • Advertisement
  • Seja uma briga boba com o pai ou a mãe, notas ruins na escola, um coração partido. Não importa o problema, os irmãos estarão lá para secar as lágrimas do outro.

  • 9. Eles terão alguém para envelhecer juntos

  • É triste, mas uma hora os pais se vão… E os irmãos ficam! Amigos vêm e vão, mas a família é para sempre.

  • 10. A casa estará sempre cheia

  • Cheia de bagunça, cheia de amigos, cheia de risadas, cheia de barulho, cheia de brinquedos espalhados, cheia de tarefa de casa para ajudar, e cheia de AM0R!!

  • O que você incluiria nesta lista?

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Mãe do Antônio e do Caetano em tempo integral e dona de casa nas horas vagas. Depois do filho, descobri minha verdadeira vocação, ser mãe!

Website: http://www.maedeguri.com.br/

10 mães compartilham 10 motivos para dar um ou mais irmãos para seu filho

Não entre na guerra de julgar se uma família tem muitos filhos ou poucos. Estabeleça o que é melhor para você e seu cônjuge e abrace a causa!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr