Separadas no nascimento, gêmeas se reencontram com ajuda das mídias sociais

A separação imposta pela vida não foi o bastante para essas duas irmãs gêmeas e elas encontraram um jeito de se conhecerem.

1,751 views   |   3 shares
  • (Clique em CC no rodapé do vídeo e no símbolo ao lado, escolha o Português para ver o vídeo com legendas.)

  • Foram 25 anos de vida até que as irmãs gêmeas pudessem se conhecer. Uma não sabia da existência da outra, mas, um acaso da vida e a internet fizeram com que elas se reunissem. Anais Bordier e Samantha Futerman se conheceram há pouco mais de dois anos. Elas foram separadas depois do nascimento na Coréia do Sul e viveram e adotadas por famílias em diferentes países; Anais, em Paris, na França, e Samantha, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

  • O reencontro começou a ser desenhado em um sábado em dezembro de 2012, enquanto Anais, uma designer de moda, estava em um ônibus e recebeu de um amigo a imagem de um vídeo do YouTube onde aparecia Samantha, que é atriz. Anais diz que pensou que alguém havia postado um vídeo dela, porém, depois percebeu que não era ela no filme, e sim uma garota que vivia nos Estados Unidos muito parecida com ela.

  • Como não encontrou nenhum registro de Samantha, acabou deixando o assunto de lado. Porém, um mês depois ela recebeu outro vídeo com a mesma garota num trailer de um filme. Anais então começou a investigar sobre a menina e descobriu o nome dela, Samantha Futerman, e para sua supresa, elas faziam aniversário no mesmo dia e haviam nascido na Coréia do Sul. Ela quis saber mais e, depois de olhar as fotos em uma rede social, tomou coragem e enviou-lhe um pedido de amizade além de uma mensagem.

  • Samantha levou alguns dias para responder a mensagem. "É muito estranho receber uma mensagem de si mesmo no Facebook", disse ela. "É uma experiência muito estranha", afirmou. Ela tem dois irmãos, filhos biológicos de seus pais, e um meio-irmão por parte de pai.

  • Leia: Uma garota de 8 anos conta sua história de abuso infantil realizado pelo próprio pai

  • A primeira conversa aconteceu pelo Skype e foram mais de três horas de papo. A partir desse momento a vida delas mudou para sempre. Elas se conheceram pessoalmente em maio de 2013, em Londres, e desde então, mesmo vivendo em países diferentes, se comunicam várias veses ao dia. Para Anais, descobrir que tem uma irmã é incrível, mas perceber que tem um irmão gêmeo é "ainda mais louco, porque você tem muito em comum".

  • Advertisement
  • "Temos uma ligação muito forte que não dá para explicar. Nos entendemos mesmo sem nos falarmos", disse Anais. "Eu podia ver a sua linguagem corporal... Nós nos entendemos imediatamente", falou ela sobre o primeiro encontro.

  • Um teste de DNA comprovou que as duas são irmãs. Elas também tentaram uma aproximação com a mãe biológica, porém, até junho de 2015 não houve sucesso.

  • A história das duas irmãs virou um livro, o "Separated @ Birth: A True Love Story of Twin Sisters Reunited" (Separadas no Nascimento: Uma verdadeira história de amor de irmãs gêmeas reunidas, numa tradução livre). Ele foi lançado em 2014 e cada uma escreveu um capítulo alternadamente. Para elas foi uma forma de conhecerem a história uma da outra. O livro também deve virar um documentário.

  • Toda a luta das irmãs fez com que elas criassem uma ONG para apoiar pessoas que são adotivas. "Isso nos inspirou a tornar isso maior que apenas nós e queremos compartilhar nossa história por uma razão", disse Samantha. A Kindred tem o objetivo de ajudar na reunião de familiares de pessoas adotadas nos Estados Unidos e no resto do mundo. "É uma grande alegria encontrar sua família", disse Anais. "Quando você é adotado, você está sempre à procura de alguém que se parece com você", diz.

  • Depois de se conhecerem, os pais adotivos de Anais e Samantha ficaram inicialmente chateados com a notícia, pois não sabiam que elas eram gêmeas e nada em seus papeis de adoção fazia menção sobre o fato.

  • "Nós não estamos mais preocupadas em seremos separadas novamente", disse Samantha.

  • Leia também: O primeiro encontro entre os pais e o tão esperado filho fez a longa espera valer a pena

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Caroline é uma jornalista catarinense que optou por ser mãe em tempo integral depois do nascimento dos filhos. Ama escrever e ainda acredita que pode mudar o mundo com isso.

Separadas no nascimento, gêmeas se reencontram com ajuda das mídias sociais

A separação imposta pela vida não foi o bastante para essas duas irmãs gêmeas e elas encontraram um jeito de se conhecerem.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr