Eu nunca serei uma mãe perfeita

Uma lista de 10 itens realmente importantes para conseguir viver a maternidade de uma forma mais leve.

2,865 views   |   5 shares
  • Antes de meus próprios filhos, costumava usar com frequência a palavra "nunca".

  • "Meus filhos NUNCA vão falar comigo daquele jeito."

  • "NUNCA vou dar papinha industrializada para meus filhos."

  • "Minhas crianças NUNCA vão ficar correndo na igreja, de um lado para o outro."

  • E muitos outros! Hoje acho graça da maioria deles.

  • Não que não fossem coisas importantes. Ainda acredito que as crianças precisam aprender a ter disciplina (principalmente dentro da igreja!) e ainda me preocupo muito com a alimentação deles. Mas aprendi que, se eu quiser ser feliz, não devo levar tudo na maternidade a ferro e fogo.

  • O dia a dia da maternidade me fez reduzir todas as aquelas "Regras da Mãe Perfeita" para aquilo que considero realmente essencial.

  • Troquei minha lista de "nunca" por uma lista de coisas que sei que realmente tenho condições de cumprir.

  • Confira abaixo minha nova lista de SEMPRE:

  • 1. Sempre vou dar um abraço bem apertado e um beijo de bom dia em meus filhos

  • Não importa quantas horas consegui dormir naquela noite, vou cumprimentar meus filhos com um abraço bem apertado e um beijo estalado na bochecha de cada um deles.

  • 2. Sempre vou dizer que os amo

  • Não importa quantas vezes eu já tenha dito isso, sempre vou repetir que os amo e o quanto eles são importantes para mim.

  • 3. Sempre vou dançar com eles

  • Mesmo não dançando muito bem, adoro rodopiar com eles pela sala ao som de uma música gostosa.

  • Isso sempre rende boas risadas e dissipa qualquer tensão que possa existir em nossa família.

  • 4. Sempre vou tentar fazer com que eles deem risadas

  • Amo ouvir a risada deles! Todos os dias me esforço para fazer com que eles deem risadas e para criar oportunidades de aprendizado de forma divertida.

  • 5. Sempre vou perdoá-los

  • Preciso fazer com que meus filhos saibam que terão que encarar as consequências de seus próprios erros. Mas que eu sempre serei a mãe deles e sempre vou perdoá-los, não importa o que tenham feito.

  • Isso não significa passar a mão na cabeça e tudo bem. Significa disciplinar quando for necessário e com o rigor que a situação exigir, mas sempre demonstrando um amor maior.

  • Leia: Perdoe seus filhos: estenda-lhes a graça

  • 6. Sempre vou orar com eles

  • Sei que, por mais que eu queira, eles não estarão o tempo todo sob a minha proteção. Então, precisam aprender desde cedo que sempre podem contar com a orientação e proteção divina para ajudá-los no que quer que seja.

  • Advertisement
  • 7. Sempre vou ensinar meus filhos que eles são filhos de Deus também

  • Procuro sempre oportunidades de ensinar a eles que antes de serem meus filhos, são filhos amados de Deus, que eles têm valor (não importa o que outras pessoas digam!) para Deus e para mim e que eles precisam ser dignos da confiança que nós depositamos neles.

  • 8. Sempre vou mostrar a meus filhos a importância de ajudar outras pessoas

  • É por meio do serviço ao próximo que encontramos a maior felicidade que podemos desfrutar nessa vida.

  • Cada um de meus filhinhos tem dons e talentos e podem ajudar, mesmo sendo pequenos.

  • Sei que quanto mais cedo eles descobrirem a alegria que existe em ajudar outras pessoas, mais felizes eles serão.

  • Leia: 5 maneiras eficientes de construir o caráter de seus filhos

  • 9. Sempre vou me esforçar para olhar nos olhos deles

  • Isso é tão importante! A criança constrói a própria identidade por meio do olhar da mãe. E confesso que hoje, com 3 crianças pequenas e muito trabalho a fazer (dentro e fora de casa) esse é meu maior desafio na maternidade.

  • Tenho me esforçado muito para olhar nos olhos deles quando falo com eles e quando falam comigo e isso tem trazido resultados maravilhosos.

  • 10. Sempre vou amá-los, não importa o que aconteça

  • Não sei quanto tempo Deus me permitirá estar com eles aqui na mortalidade. Mas sei que o amor que sinto por meus filhos é eterno!

  • Não importa quanto tempo irá passar, nem o que irá acontecer no futuro. Sei que os amo e isso é algo que ninguém poderá tirar de mim.

  • Leia: Por que eu amo meus filhos mais do que amo dormir

  • Não sou uma mãe perfeita. Nunca fui, nem nunca serei. E tenho plena convicção de que quando estiver realmente pegando o jeito da coisa, será hora deles partirem do ninho para voos cada vez mais distantes. É a regra da vida.

  • Desejo de coração que você acrescente a essa lista tudo aquilo que achar realmente importante. Mas, principalmente, que você seja muito, mas muito feliz em sua jornada da maternidade.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Marilia Condé Aguilar é advogada, escritora, esposa e mãe. Adora pesquisar e está sempre em busca de soluções práticas para ajudá-la a equilibrar suas responsabilidades familiares e profissionais.

Website: http://lar-umpedacinhodoceu.blogspot.com.br/

Eu nunca serei uma mãe perfeita

Uma lista de 10 itens realmente importantes para conseguir viver a maternidade de uma forma mais leve.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr