Relação pai e filha: O que uma menina espera (e precisa) de seu pai?

Pai, mãe e filho, o primeiro e mais importante triângulo amoroso, que quando não é bem resolvido, pode gerar conflitos e traumas para o resto da vida.

16,600 views   |   129 shares
  • Quando uma criança nasce, a mãe é o centro do seu mundo e a criança o centro do mundo da mãe. Mas, essa relação deve cessar para o bem de todos os envolvidos.

  • Cabe à mãe introduzir o terceiro elemento que promoverá a separação entre ela e a criança. No caso das filhas, o papel do pai se torna ainda mais importante. Segundo a psicóloga Carmen Cerqueira César, "Ele (o pai) as frustra e priva, ao estabelecer limites, para que a criança não fique cativa dessa relação primitiva (que se continuar se tornará mortífera) presa à onipotência do desejo materno. Isto é o que chamamos em Psicanálise de função paterna. Ela constitui o eixo fundamental na estruturação psíquica do sujeito."

  • Complicado? Nem tanto, em outras palavras, pode-se dizer que a menina precisa da presença do pai para que ela se separe da mãe e conheça o outro lado das interações amorosas e aprenda a se relacionar com o sexo oposto.

  • É de suma importância que a mãe permita essa interação e mostre à menina que o pai pertence à mãe e não a ela. Segundo Freud, esse processo é fundamental na coibição do incesto e no correto direcionamento do desejo sexual futuro da menina, pois o pai é a maior influência nas escolhas futuras de suas filhas no que tange ao relacionamento amoroso.

  • Para isso é fundamental que o casal tenha um bom relacionamento. Que se tratem de maneira amorosa e cortês e que a mãe respeite a força masculina do pai, e o pai a trate carinhosamente. Uma relação equilibrada entre o casal conduzirá de forma natural todo esse processo inconsciente que a menina atravessa na formação de sua identidade como mulher e seu direcionamento afetivo.

  • Tal pai, tal marido

  • Provavelmente seu pai afetou e muito a escolha do seu parceiro de vida. Olhe para seu marido e procure semelhanças entre este e seu pai. Pesquisadores americanos e húngaros apontaram a semelhança entre sogros e genros e concluíram que se trata de pura seleção natural – baseado na herança comportamental deixada pelos pais nas meninas.

  • Segundo pesquisas, baseado no comportamento, caráter (e até aparência) de seus pais é que as meninas criarão estereótipos para a escolha de um parceiro. A partir do modelo paterno, a menina buscará um parceiro que pode ser um homem tranquilo, instável, moderado, impulsivo, ou até nem ser um homem – sim, o relacionamento de uma menina com seu pai pode influenciar até mesmo se ela será ou não homossexual.

  • O que a menina espera e precisa de seu pai

  • 1. Aprovação

  • Advertisement
  • A aprovação que o pai dá à sua filha é fundamental no processo de construção da autoimagem. Quando ele a elogia e incentiva, reconhece e comenta suas qualidades internas e não apenas a sua aparência, o pai injeta-lhe saudável confiança e autoestima que a fará sentir-se capaz de realizar suas próprias metas e projetos.

  • 2. Amor incondicional

  • A filha precisa saber que seu pai daria a vida por ela, se for necessário. Esse é o tipo de amor que uma menina deseja e precisa de seu pai. A filha precisa ouvir de seu pai que é amada e precisa sentir esse amor através dos atos dele. Assim, com esse amor pleno, ela não estará faminta por amor quando chegar à fase de namoro e não se deixará levar por qualquer envolvimento apenas por um pouco de amor.

  • 3. Consistência

  • Essa característica de um pai será essencial durante seu crescimento e sua exploração do mundo. Ao enfrentar os altos e baixos de sua vida ela precisará da presença calma e bondosa direção, do limite estrito, mas gentil. Ela precisará de seu amor e seu perdão. O pai deve ser a rocha em que a menina se firmará enquanto busca avançar por seu próprio mundo. Isso não significa tanto trabalho quanto parece. Pode ser algo como segurar a sua mão enquanto andam e empurrá-la no balanço quando é pequena e buscá-la naquela festa ruim quando ela o chamar. Deixar que ela chore em seus braços quando seu mundo parecer ameaçador.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Relação pai e filha: O que uma menina espera (e precisa) de seu pai?

Pai, mãe e filho, o primeiro e mais importante triângulo amoroso, que quando não é bem resolvido, pode gerar conflitos e traumas para o resto da vida.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr