Nunca é cedo demais ou tarde para acompanhar e guiar os filhos

Não importa se um filho tem 1 dia ou 50 anos de idade, estar sempre ali para dar conselhos ou conforto além de ensinar e dar bons exemplos pode começar a qualquer momento.

1,905 views   |   1 shares
  • Famílias são a base da sociedade. O casal se une e juntos iniciam um novo ciclo familiar. Os pais são o esteio dos filhos que buscam neles a resposta e conforto para a vida que enfrentam dia após dia.

  • O futuro destas crianças, que se tornarão adultos um dia e também constituirão família, é impossível de ser previsto. Porém, pais tentam fazer com que seus filhos aprendam o máximo sobre a vida e em como se tornar bons adultos.

  • Há filhos que mesmo com o bom exemplo e ensinamentos dos pais decidem por tomar caminhos diferentes do que lhes foi planejado. Isso faz parte da natureza humana. A liberdade no agir é inerente à humanidade.

  • Por outro lado, os filhos normalmente seguem o que aprenderam com seus pais e fazem o que viram seus pais fazendo em seu lar. Assim como Jesus Cristo disse em João 5:19, o que o filho faz é porque antes viu o pai fazer, ou seja, o modo de viver do filho é de acordo com o que ele teve em seu lar e observou de seus pais. O ambiente familiar e as atitudes dos pais sempre falarão mais alto que qualquer ensinamento imposto.

  • Um bom exemplo que ouvi foi o de um pai que a cada ano sentava com seu filho, dizia que já tivera aquela idade e passava algumas informações importantes. Quando ele tinha 9 anos disse sobre os colegas de escola que colariam nas provas a fim de se saírem bem, sobre palavrões que ouviria e outras atitudes. Também garantiu a seu filho que ele sempre estaria lá para conversar quando estas ou outras coisas o perturbassem. A cada ano o pai sentava com seu filho, dizia que já tinha passado por aquela fase e falava de outros problemas que ele enfrentaria, comuns a cada idade.

  • Este menino se tornou um rapaz sábio e seguro. Ele sabia que sempre que precisasse seu pai estaria lá para confortar e ajudar a tomar decisões. E esta forma como foi criado provavelmente será passada adiante, quando ele tiver seus próprios filhos, ajudando assim na formação de mais crianças seguras e sábias.

  • Fazer o mesmo por nossos filhos seria uma boa ideia. Alguns já estão grandes, adultos e até já têm seus próprios filhos. Isso não importa, pois nunca é cedo ou tarde para mostrar-lhes que estamos do lado deles, mesmo que distantes, que podemos ajudar e orientar nas fases da vida que já passamos e que sabemos o que eles podem passar. Guiar os filhos não precisa cessar quando eles se tornam adolescentes ou quando saem de casa. Como pais costumam dizer: meus filhos sempre serão meus bebês. A ajuda dos pais e o diálogo sincero sempre serão bem-vindos.

  • Advertisement
  • Poder dizer a um filho que já passamos por uma situação a qual ele poderá enfrentar ou que já está passando além de tentar ajudar me lembra novamente de Cristo, quando em Mateus 11:28 nos incentiva a ir a Ele, pois conhece cada uma das aflições e dores humanas, e nos aliviará.

  • Não importa se um filho tem 1 dia ou 50 anos de idade, estar sempre ali para dar conselhos ou conforto além de ensinar e dar bons exemplos pode começar a qualquer momento. Amor suficiente para isso já existe no coração dos pais. Nunca é cedo ou tarde para isso.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.

Nunca é cedo demais ou tarde para acompanhar e guiar os filhos

Não importa se um filho tem 1 dia ou 50 anos de idade, estar sempre ali para dar conselhos ou conforto além de ensinar e dar bons exemplos pode começar a qualquer momento.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr