Você é muito mais que suas emoções

Considerações importantes sobre o papel das emoções, seus efeitos e como aprender a lidar com elas a fim de que não haja prejuízos para as pessoas e suas relações.

4,535 views   |   33 shares
  • Emoção, segundo este site, pode ser definida como: "É a reposta instintiva que temos quando passamos pelas diversas situações de vida. Sem as emoções as pessoas não percebem significado nos acontecimentos". A emoção é, pois, o agente que estimula as nossas ações a partir do significado que as situações passam a ter em nossas vidas. Isso explica também o porquê de diante do mesmo acontecimento as pessoas agirem de formas diferentes.

  • Instinto e razão

  • Sendo as emoções uma "resposta instintiva" cabe a cada um trazê-las para o campo da razão a fim de que as ações não sejam totalmente baseadas nelas. Afinal, quando agimos apenas levados pelas emoções provocadas, quase sempre acabamos nos arrependendo depois. Isso porque, dessa forma, agimos contra nossos próprios interesses. As emoções cumprem um papel importante na vida humana, segundo o site citado acima: "Raiva, tristeza, medo e alegria fazem parte do grupo de nossas emoções fundamentais". Entretanto, sem domínio da razão elas podem ser muito destrutivas, para tudo há que se ter equilíbrio.

  • Educação emocional

  • Educar nossas emoções é de suma importância para o nosso bem-estar e das pessoas que convivem conosco. É preciso tentar mudar pensamentos e atitudes que prejudicam as nossas vidas, gerando emoções desordenadas que interferem até mesmo em nosso organismo. Nesse sentido, pensemos em alguns exercícios importantes:

  • Comece pelo mais simples

  • Preocupações rotineiras são mais fáceis de lidar, dedique-se a manter-se em equilíbrio diante delas.

  • Identifique o que lhe perturba

  • Inicie um trabalho interior de identificação do que provoca em você irritabilidade, tristeza, raiva e etc.

  • Analise as causas

  • Pensar nas razões pelas quais determinadas situações provocam suas emoções é um caminho para racionalizar e mudar sua postura.

  • Priorize

  • Domine suas emoções diante de situações insignificantes. Não se deixe levar pelo orgulho, egoísmo e presunção. Escolha sentir-se em paz.

  • Sinta-se livre

  • Educar as emoções longe de reprimi-las é fazer com que você se liberte delas. Tanto a repressão das emoções, como o exagero em manifestá-las pode trazer muitos problemas, inclusive físicos. Assim, deixe que suas emoções fluam, mas evite os arroubos emocionais.

  • Dedique-se ao autocontrole

  • Advertisement
  • A partir do conhecimento de si mesmo você poderá aprender os mecanismos que possibilitam que você lide melhor com as próprias emoções. Este é um caminho individual que você precisa trilhar no sentido de ter uma vida mais harmônica, saudável e satisfatória.

  • Autoconfiança

  • É preciso que tenhamos a certeza de nossas potencialidades e que nos dediquemos no trabalho de equilibrar nossas emoções, fortalecendo nossos elos junto aos que nos rodeiam. É importante levarmos em conta que emoções incontidas e desgovernadas influenciam negativamente nos relacionamentos. Nossa evolução é o nosso principal desafio sendo fundamental a busca da autoconfiança.

  • Domar emoções destruidoras, transformando-as em sentimentos de harmonia fará com que percebam que você é muito mais do que as suas emoções. Você é um ser único, complexo e especial com toda a potencialidade para transformar a si mesmo e a própria vida, um ser em crescente evolução, alguém que pode encarar-se de frente e ser feliz.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Você é muito mais que suas emoções

Considerações importantes sobre o papel das emoções, seus efeitos e como aprender a lidar com elas a fim de que não haja prejuízos para as pessoas e suas relações.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr