Pais comportamentalistas: os danos que causam aos seus filhos

A preocupação com a violência está aumentando, é hora de discutir como educar dentro da família. Descubra se você está treinando seus filhos para o sucesso ou o fracasso.

23,396 views   |   40 shares
  • Ao longo da história, os seres humanos têm encontrado diferentes maneiras de educar seus filhos. A história não é sempre progressiva e nem qualquer mudança é sempre para melhor: mas, felizmente, há uma informação de base científica crescente para eliminar qualquer coisa que seja tóxica sobre a saúde física, mental e espiritual de ambos - destinatários e emissores. Vou dar algumas razões pelas quais as recompensas e punições que um pai usa com seus filhos podem causar distúrbios psicológicos graves e afetar seu comportamento emocional:

  • Quando terminei a minha formação em Educação Infantil, trabalhei com um grande grupo de crianças. Entre elas se percebia um alto nível de agressividade. Ao longo do tempo, percebi que tinha que me aprofundar nas causas do comportamento infantil para apoiar os pais, então busquei uma nova especialização: psicologia comportamental. Ao concluir o curso, percebi que não era exatamente psicologia clínica que me fazia feliz, então por conta própria me preparei na área humanística e, desde então, tenho feito um trabalho constante de transformação começando comigo mesma. Por que estou dizendo isso? Porque o que quero transmitir não é uma forma de pensar em si, mas um estilo de vida adotado para ter resultados positivos, então o que você está prestes a ler, eu testei como uma mãe, educadora e instrutora e o que desejo trazer à sua vida é uma valiosa informação para você ter sucesso na sua nobre tarefa como um pai ou mãe.

  • Leia: 5 elogios nocivos que fazemos aos nossos filhos

  • Como seres humanos, somos complexos. No entanto, precisamente na diversidade estão as respostas à razão para não sermos tratados igualmente: cada pessoa tem uma sensibilidade diferente. Somos seres biológicos, não fabricados em série, ou programados sob um esboço, então a primeira coisa que você deve considerar é que, embora as crianças sejam gêmeas ou irmãos que vivem sob o mesmo teto, com os mesmos pais e nas mesmas circunstâncias, cada uma têm um cérebro diferente, seus canais perceptivos operam de forma diferente e, portanto, suas percepções não são iguais, isto é o que envolve a genialidade humana - "Você é único e irreplicável.

  • Seus filhos podem ser bem-sucedidos de acordo com os estímulos sociais que recebem, especialmente quando baseados no respeito e no uso de uma linguagem adequada direcionados para a sua individualidade e não a prêmios condicionantes ou castigos circunstanciais e manipulativos. Consideremos brevemente:

  • Advertisement
  • Leia: Quais tarefas domésticas seu filho já pode começar a fazer?

  • Consequências da educação baseada no castigo:

  • 1. Quando você condiciona, tira a segurança

  • Imagine alguém dizendo a seu filho: "Se você não obedecer, não vou mais gostar de você" ou "vou lhe dar um presente". Quando você condiciona amor, sem perceber estará minando a confiança e uma parte muito importante da sua segurança e identidade pessoal.

  • 2. Condicionar implica em uma ameaça de castigo

  • Honestamente avalie quantas vezes você já disse "Se você fizer isso eu lhe dou aquilo", "Se você não fizer isso então..." ou "Se fizer isso então... não", "Esteja avisado!" E observe que sempre passa pela ameaça de uma punição, proibições, a retirada de privilégios ou abuso físico, psicológico e/ou verbal.

  • 3. Você para de educar seu filho

  • Penalidades treinam seu filho para "obedecer" e quando há regras severas e "manipuladoras" a serem seguidas, o poder de decisão de seus filhos será mutilado.

  • 4. Prejudica o filho

  • As punições não são edificantes. Você pode pensar que a punição é "para o bem da criança". No entanto, estes métodos não edificam: a pressão extrema do castigo gera violência que pode ser expressa aos outros ou a si mesmo (abuso físico, tentativa de suicídio ou suicídio). Quando um ser humano vive situações de impotência em níveis elevados de forma recorrente, pode gerar transtornos mentais (psicose, esquizofrenia, paranoia, etc.) devido a uma desorganização neuropsicológica complexa, que altera a percepção da realidade, provoca ansiedade e despersonalização. Assim, o comportamento que você quer "corrigir" será cada vez mais complexo e negativo.

  • Leia: 8 coisas que um filho precisa de seu pai

  • 5. Prejuízos em curto e longo prazo

  • Penalidades trazem consequências psicológicas terríveis, porque golpeiam diretamente a identidade pessoal, assim, nascem os paradigmas que limitam o poder de criar, executar e se atrever a ser: Ao castigar seu filho severamente, ele pode vir a enfrentar distúrbios emocionais crônicos e progressivos, desde o mais simples ao mais grave e pode mesmo exigir cuidados psiquiátricos.

  • De que maneira os castigos afetam a personalidade?

  • Advertisement
  • A punição pode colocar a criança em polos opostos, com efeitos colaterais que danificam a personalidade profundamente criando os extremos de personalidade:

  • 1. Desafiadora

  • Constante estado de rebelião contra a autoridade.

  • 2. Submissa

  • Pessoa em desamparo aprendido. Em ambos os casos, o sujeito sempre tende a pensar: "Eu faço coisas que não são certas", "Eu sou mau", "Eu mereço isso e aceito" (submisso), ou, "Sou o que há de pior - concordo e reafirmo constantemente (desafiador)".

  • Consequências da educação com prêmios. Ela torna seus filhos

  • 1. Inseguros

  • Quando é você quem decide de acordo com o seu julgamento o que seu filho pode ser, fazer ou ter trará dificuldades na vida adulta, porque eles sempre buscarão aprovação social para executar ações, o que será prejudicial a sua autoestima.

  • 2. Manipuláveis

  • Os prêmios são uma maneira de dominar. Isso pode ser uma condição para o regresso da punição, porque quando a criança recebe uma recompensa, ficará vulnerável a ser manipulada novamente.

  • Leia: 9 coisas que você nunca deve dizer em uma briga com seu filho

  • 3. Desmotivados

  • Premiar condiciona respostas. Portanto, o seu filho vai ficar sempre à espera de receber primeiro para depois fazer o que é requerido dele. Se não houver nenhuma recompensa, não haverá resposta (isto é totalmente contrário às leis de sucesso na vida). Quando a criança encontra satisfação dentro da tarefa não é necessário condicioná-la com recompensas ou punição ameaçadora.

  • Dentro da linguagem que você usa deve existir o "reconhecimento", que é diferente da "recompensa". O que você diz e a maneira como diz faz toda a diferença entre os cenários psicológicos de sucesso ou fracasso que seu filho guardará para o resto de sua vida. Há diferenças em dizer "Obrigado por guardar seus brinquedos" (Reconheço o seu trabalho e dedicação) ou: "Muito bem, você guardou seus brinquedos!" (Obedeceu - cumpriu minhas expectativas).

  • _Traduzido e adaptado por Stael F. Pedrosa Metzger do original Padres conductistas: el daño que causan a sus hijos

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Julia Tort es Lic. en Preescolar y Psicología, asesora y especialista en Estim. Temprana, prenatal, del aprendizaje y liderazgo, escritora y madre de 3 hijos. Actualmente vive en San Juan del Río, Qro. México. E-mail contacto: lic.juliatort

Website: http://www.wix.com/elninoysumundo/clases

Pais comportamentalistas: os danos que causam aos seus filhos

A preocupação com a violência está aumentando, é hora de discutir como educar dentro da família. Descubra se você está treinando seus filhos para o sucesso ou o fracasso.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr