Os vilões: Embutidos e carnes vermelhas

Diminuir o consumo de embutidos e carnes vermelhas pode tornar a vida muito mais saudável e livre de doenças temidas como o câncer.

2,248 views   |   5 shares
  • Uma advertência recente da OMS (Organização Mundial da Saúde) deixou muitas pessoas preocupadas com a alimentação. Ficou claro que as carnes processadas, vermelhas ou não, entraram no Grupo 1 de risco de desenvolvimento de câncer, assim como o tabaco. E que as carnes vermelhas foram classificadas como possíveis causadoras de câncer.

  • Este não é um assunto novo. Estudantes de nutrição e pessoas que buscam auxílio por determinadas doenças relativas ao sistema digestório aprenderam que o consumo de embutidos como salsichas, linguiças, hambúrgueres e frios em geral deve ser restrito. Estudos a respeito dos alimentos processados comprovaram através do tempo que eles são potencialmente perigosos na origem de cânceres no corpo humano. E quais são estes alimentos?

    • Carnes processadas. As carnes, geralmente as mais gordurosas, são moídas e acrescidas de outros produtos como o sal e nitratos que auxiliam em sua conservação. Linguiças, hambúrgueres, salames e uma lista enorme de variedades.

    • Produtos defumados como o bacon, copa, frango defumado, carne seca.

    • Produtos fermentados como a salsicha, presunto e mortadela.

    • Carnes brancas processadas também são perigosas como os nuggets, hambúrgueres de frango ou peito de peru.

  • Além do perigo de desenvolver células cancerígenas, o consumo frequente de carnes processadas também aumenta em 42% o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e em 19% o de desenvolver diabetes tipo 2. O processamento e a adição de sais e conservantes transformam o alimento. Carnes processadas têm o dobro de gordura das carnes in natura.

  • É importante saber que o consumo destes alimentos não precisa deixar de existir, mas que o bom senso em não consumir apenas estes tipos de alimentos diariamente deve fazer parte da rotina. Comer uma pizza calabresa de vez em quando não é tão prejudicial quanto comer sanduíche com frios todos os dias. O ideal seria refeições com o menor processamento possível.

  • As carnes vermelhas frescas (bovina, suína, ovina, equina e caprina), como os bifes ou pedaços que compramos nos açougues, classificadas como possíveis causadoras de câncer, não devem ter um consumo individual que ultrapasse aos 500g semanal ou utilizada 2 a 3 vezes por semana. Estima-se que as carnes vermelhas em excesso são responsáveis por 50 mil mortes anuais provocadas por câncer no mundo.

  • Advertisement
  • Para que a alimentação da família seja equilibrada e saudável, o melhor é sempre optar por alimentos frescos e preparados momentos antes da refeição. Carnes, legumes, verduras, grãos e cereais, unidos cada um em sua quantidade correta, tornam a alimentação saudável e a estimativa de vida muito maior. Além da sensação de bem-estar constante e saúde diária que a nutrição equilibrada traz às pessoas.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.

Os vilões: Embutidos e carnes vermelhas

Diminuir o consumo de embutidos e carnes vermelhas pode tornar a vida muito mais saudável e livre de doenças temidas como o câncer.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr