5 lições que o divórcio me ensinou

Uma das provas mais difíceis que a vida oferece pode se transformar em crescimento pessoal.

9,793 views   |   94 shares
  • Ninguém se prepara para um divórcio. Tudo é tão lindo e romântico na época do namoro, noivado e casamento. Todos olham para os dois e dizem o quanto têm a certeza de que essa união será maravilhosa e como o casal será feliz para sempre.

  • Mas nem sempre isso acontece e o fantasma da separação e divórcio começam a sondar a união. Surgem pensamentos de como seria a vida caso isso acontecesse, que não são mais desanimadores do que a tristeza que acompanha o transcorrer dos dias. E então ele chega e a ideia que vem à cabeça é que a vida acabou.

  • Geralmente há um período de luto, tristeza profunda, choro ou desânimo. Mas esse período passa. E o renascimento é uma ocasião de crescimento. A busca por uma nova vida se inicia para a maior parte dos que já passaram por isso. Seja ela em um novo relacionamento, mergulhando na carreira, iniciando novos estudos, desenvolvendo algum hobby. Há muito a ser feito. E muito ainda a ser aprendido. Aqui estão 5 itens principais que aprendi com esta desagradável experiência:

  • 1. Posso ser feliz

  • Por muito tempo eu acreditei que isso não seria possível, que eu precisava de alguém que me completasse para ter a felicidade total. Agora sei que posso ser feliz sozinha e, mais ainda, que para ser feliz em um relacionamento futuro é necessário que eu esteja bem comigo mesma. Ninguém é responsável pela felicidade alheia. Ser feliz com o que está disponível no momento pode ser desafiador, mas é perfeitamente possível.

  • Leia: Como ser verdadeiramente feliz

  • 2. Respeitar a liberdade de escolha

  • Cada um é livre para escolher o que fazer com sua vida. Essas escolhas podem mudar com o tempo e não há muito a fazer quanto às decisões alheias. Seres humanos são naturalmente livres e qualquer sentimento de coerção é incômodo. Sendo assim, um relacionamento por obrigação não trará felicidade a nenhum dos dois envolvidos.

  • 3. Os filhos sofrem (muito)

  • Vencer seu próprio sofrimento e ajudar os filhos a realizarem o mesmo é algo realmente difícil. Ser amigo, ainda que a dor seja insuportável, não criticar o ex-cônjuge, e ajudá-los a crescer com a experiência é necessário para manter o equilíbrio no lar e nos relacionamentos. Eles também precisam superar e contam com a ajuda das pessoas que mais confiam, seus pais.

  • Leia: Menina de seis anos dá discurso inspirador sobre como deve ser a convivência dos pais divorciados e ganha a internet

  • Advertisement
  • 4. Melhor o passado ficar onde está

  • Por mais doloroso que seja, é melhor esquecer. Relembrar, remoer, debater, tentar mostrar quem estava errado não vai resolver absolutamente nada. Esquecer é difícil, principalmente quando é algo que desejamos não lembrar mais. Esforço e bom humor ajudam a conseguir este feito. O perdão proporcionado a si mesmo e ao ex-cônjuge torna a vida mais leve.

  • 5. Deus estará sempre conosco

  • Aquela história de que só há duas pegadas no caminho e que, ao argumentar que andava sozinho, a resposta do Criador é: "Eu estava te carregando no colo" é real. Ele realmente está sempre conosco, especialmente nos momentos de maior dificuldade que passamos. Para sentir o amor de Deus é necessário estar muito próximo Dele, abrindo o coração e a alma em oração, lendo suas palavras nas escrituras e praticando o bem mesmo que a vontade seja ficar em um cantinho escuro.

  • Leia: 4 coisas que Deus quer que você se lembre quando a vida for difícil

  • A vida é repleta de recomeços. O crescimento vem quando o buscamos e aceitamos as circunstâncias, especialmente aquelas em que não podemos mudar sozinhos.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.

5 lições que o divórcio me ensinou

Uma das provas mais difíceis que a vida oferece pode se transformar em crescimento pessoal.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr