Por que eu? Se você tem feito esta pergunta a Deus, leia isso

Em muitas ocasiões é possível sentir que as dificuldades são maiores do que podem ser suportadas.

2,724 views   |   43 shares
  • A vida não é fácil para ninguém. Desilusões, problemas, desafios são enfrentados por todas as pessoas. Às vezes o fardo se torna tão pesado que é comum a pessoa dirigir-se a Deus e perguntar: Por que eu?

  • Ao olhar para os outros, suas vidas perfeitas e satisfatórias, a sensação pode ser de abandono e desmerecimento. Um filme passa pela cabeça buscando encontrar os erros e motivos para tais circunstâncias difíceis. O negativismo acaba prevalecendo e a vida parece não ter sentido.

  • Certa vez li em um livro um questionamento sobre Deus e as dificuldades vividas pelos seres humanos. A dúvida era como Deus poderia dizer amar seus filhos deixando-os pobres, famintos, doentes e cheios de inúmeras dificuldades. A resposta veio em forma de perguntas a respeito da vida do questionador. Ele tinha filho? Ele o amava? Se o filho pedisse um skate, ele como pai o daria? E se o filho caísse e se machucasse? Seria isso uma mostra de desamor?

  • As escrituras mostram situações difíceis de pessoas que eram boas, mas que sofreram intensamente. José tinha 10 irmãos mais velhos, ele os respeitava e amava, ajudava no trabalho e procurava fazer sempre o certo. Seus irmãos nutriam inveja e raiva dele a ponto de planejar um assassinato. Acabaram por vendê-lo como escravo, e José sofreu por muitos anos longe da família que amava suportando outras injustiças imputadas a ele. Quando ele se tornou um homem poderoso no Egito, sua família foi buscar alimentos para não padecerem de fome. Ele os reconheceu, perdoou e os livrou da morte. (Gênesis 45:3-8) Ele compreendeu que tudo o que havia passado era para salvar sua família.

  • Paulo, um apóstolo de Cristo, relata suas dores e sofrimentos nas cartas que escreveu aos santos (2 Coríntios 11:23-27) e apesar de ter orado muito para que Deus o livrasse de um espinho na carne, entendeu que o sofrimento é necessário para seu próprio crescimento (2 Coríntios 12:7-9).

  • Os caminhos que Deus concede a cada pessoa podem não ser exatamente aqueles que as pessoas gostariam. Na maioria das vezes não é. Serão situações difíceis e amargas, proporcionadas para que cada um dos filhos preciosos de um Deus justo tenha a possibilidade de ser melhor, crescer e progredir, a ponto de se tornar mais parecido com seu próprio pai. Afinal, Cristo disse para sermos perfeitos como é perfeito nosso Pai nos Céus (Mateus 5:48).

  • Advertisement
  • É importante entender também que as pessoas só se tornam realmente felizes quando possuem desafios a vencer. Para que a dor da fase difícil seja amenizada e o sofrimento apenas momentâneo, algumas atitudes podem ser tomadas. Elas irão auxiliar a passar pelo período de forma mais amena e equilibrada.

    • Deus conhece cada desafio pessoal. Ele espera que o resultado seja força e aprendizado a cada problema resolvido. Ele está presente e aguarda que seus filhos o busquem nas dificuldades.

    • A fé é uma força imensa que mantém as pessoas fortes nos períodos de maior sofrimento. Acreditar que isso tudo passará e que o futuro será melhor, depositar a confiança em uma crença, independente de qual seja, ter a certeza das promessas de um Deus de amor aumentarão ainda mais a fé e determinação em vencer o desafio.

    • Crescer com as dificuldades não significa apenas suportar. É importante encontrar aprendizado e moldar a vida para que o sofrimento não seja apenas algo ruim, mas algo que amplia a visão, torna a pessoa melhor que antes e refina o temperamento pessoal.

    • A recompensa pode não vir logo depois. Pode ser que demore ou nem ocorra nesta parte da vida. Ter essa consciência ajudará na perseverança em meio aos dias tumultuosos e aos mais tranquilos.

  • As situações difíceis passarão, não durarão mais que um momento. A perseverança e fé podem ser amplamente utilizadas nestas ocasiões de grande dificuldade. A oração, leitura das escrituras e a humildade sincera ajudarão a vencer e seguir em frente no caminho desenhado pelo próprio Deus a cada um de seus filhos.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.

Por que eu? Se você tem feito esta pergunta a Deus, leia isso

Em muitas ocasiões é possível sentir que as dificuldades são maiores do que podem ser suportadas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr