Mamãe e bebê: Momentos mágicos que as mãos se entrelaçam

Ao segurar a mão do seu bebê, uma mãe pode sentir a maior sensação de conforto que já conheceu na vida. Confira.

2,550 views   |   10 shares
  • As mães esperam ansiosas por semanas e meses para sentir o toque suave do seu bebê, para conhecer seu rostinho, tocar suas mãozinhas tão macias e delicadas. Ah! Essa espera vale a pena, certamente!

  • Quando o bebê nasce, já sabe que está fora do útero e entende que precisa ser protegido imediatamente por alguém. E essa pessoa é a sua mãe. Ele precisa sentir essa proteção, esse cuidado, e ele sente quando a mãe segura a sua mão.

  • Os bebês sempre procuram a mão da mamãe para poder entrelaçar seus dedinhos e apertar forte a mão da mãe, muitos dormem por meses ou anos de vida segurando a mão da mãe.

  • Além do bebê sentir-se protegido e amado, nós mães também podemos experimentar uma sensação única de tranquilidade, paz e conforto, quando seguramos a mão de nossos filhos, quer sejam eles bebês ou crianças maiores.

  • Nosso organismo grita todos os dias por socorro, pedindo essa sensação, anseia por sentir a ocitocina que desenvolvemos no parto, espera sentir a sensação leve que o hormônio da serotonina nos traz.

  • Mas, infelizmente, a correria das nossas vidas muitas vezes nos impede de vivenciar diariamente essa sensação, essa magia que existe ao segurarmos a mão de nossos filhos. Pense nesses momentos:

    • Quando o bebê dorme tranquilamente em seu quarto;

    • Quando caminhamos pela rua de mãos dadas;

    • Quando os levamos para fazer xixi no banheiro;

    • Quando estamos brincando.

  • Esses e outros momentos são mágicos, únicos, mas normalmente passam despercebidos, normalmente não permitimos sentir a sensação de paz que isso nos deve trazer, normalmente nossas mentes já estão ocupadas demais pensando nos problemas, nas contas, nas brigas, e toda aquela magia instantânea que as mãos entrelaçadas de uma mãe e um bebê trazem são esquecidas.

  • Precisamos aprender urgentemente a parar por um momento, frear nossas inquietações e ansiedades, prestar atenção no que acontece a nossa volta, observar e viver, sentir aquele momento, sorrir de felicidade por olhar e apertar a mão do nosso bebê (nossos eternos bebês!), ainda que por dentro estejamos torturadas de amarguras e tristezas, precisamos sorrir, precisamos permitir sentir essa magia, esse hormônio, essa paz!

  • Percebi isso ao caminhar com minha filha um dia desses. Todos os dias eu caminho com ela, todos os dias eu tenho a oportunidade de segurar em suas mãos e colocá-la em um lugar seguro. Ainda o faço, porque ela está crescendo e vai continuar a crescer. Com 3 anos ela já não quer segurar sempre a minha mão ao caminhar, já grita pela sua independência, e em breve quando eu fechar os olhos, ela caminhará sozinha, e já não segurarei suas mãos todos os dias!

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Bacharel em Direito, Mediadora e Conciliadora de Família, realiza palestras para noivos e recém-casados sobre relacionamentos, especialista em Psicologia Jurídica, esposa, mãe e genealogista.

Mamãe e bebê: Momentos mágicos que as mãos se entrelaçam

Ao segurar a mão do seu bebê, uma mãe pode sentir a maior sensação de conforto que já conheceu na vida. Confira.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr