Todas as mães em tempo integral deveriam ler a carta emocionante que este pai escreveu para esposa

Ela se sentia "derrotada" e essa carta acalmou sua alma.

6,710 views   |   31 shares
  • Ser mãe é um trabalho bastante pesado que muitas vezes não é reconhecido. As mães não têm dias de folga, não podem ficar doentes, não podem pedir demissão, não tem nem mesmo pausa para o almoço. Elas sempre trabalham 24 horas por dia para o bem-estar dos filhos.

  • Kate Douglas, mãe de dois meninos, compartilhou em suas redes sociais uma carta que seu marido escreveu para mostrar que as mães de tempo integral devem ser valorizadas. Foi um dia em que ela estava se sentindo "derrotada", como que seus filhos tivessem "ganhado". A página Love What Matters compartilhou o texto que diz:

  • "Após um dia difícil de trabalho, não há nada melhor que ir embora para casa. Alguns dias eu chego em casa e vejo minha linda esposa esgotada, cansada, frustrada e sobrecarregada com os desafios de ser uma mãe. Diferente de mim, ela não tem expediente ou recompensa por trabalhar horas extra ou bônus pelo trabalho extra e esforço que ela fez durante o dia.

  • Ela não tem folga quando fica doente, não tem férias anuais, nem jantares semanais ou nos finais de semana, ela não pode esperar nem por um feriado para encurtar a semana. No dia 05/03/2011 ela começou a ser mãe, no dia 08/06/2014 ela começou a fazer hora extra. Dois meninos, dois meninos que nunca param, que desafiam todos os aspectos de ser uma mãe, ela nunca pediu por um aumento de salário ou procurou outro emprego. Então, ainda que hoje tenha sido difícil e você se sinta desmerecida ou insegura se está fazendo a diferença na vida deles, o seu dia foi na verdade assim...

  • Seus filhos acordaram de suas camas quentes que foram arrumadas e lavadas por você. Eles comeram o café da manhã que foi organizado uma semana atrás quando você escreveu a lista de compras. Você fez a lancheira para um deles levar à creche e se questionou 'é saudável o suficiente? Ele vai ficar com fome?' enquanto balançava outro na sua perna, braço e ombros. Você passou na creche onde ficou sentada por uma hora confortando-o porque ele estava tendo um dia ruim, fazendo com que ele soubesse que a mãe está sempre lá.

  • Você voltou para casa onde passou o dia com uma criança de dois anos, sustentando conversas e treinos de penico, ensinando como fazer que o bebê vire um garoto grande. Você o colocou na cama para uma soneca para que ele tenha energia suficiente para passar o resto do dia, apesar de saber que você não tem essa energia.

  • Advertisement
  • Você gastou o seu tempo limitado entre descansar, trabalho de casa, trabalho de casa, trabalho de casa. Após tudo isso e um pouco de descanso você o pegou na creche, levou os dois para consultas, garantindo que eles estejam tão saudáveis quanto podem. Garantiu que eles jantassem, teve sua primeira conversa com um adulto no jantar, durante todo o tempo sendo uma mãe e também resolvendo todos os problemas do mundo.

  • Então, quando você vê um dia ruim, eu vejo uma mulher incrível que nunca fica doente, nunca vira as costas para um dia difícil e que tem o poder de ir para a cama sabendo que fará tudo isso de novo amanhã. Você é uma mãe maravilhosa, ainda que você não se sinta assim, você é a melhor coisa na vida desses meninos e nós te amamos, por tudo que você faz."

  • "So I had a hard day with my 2 boys yesterday when my husband got home I was defeated. They won. I went out for a few...

    Posted by Love What Matters on Saturday, October 22, 2016

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Rachel De Castro é esposa, escritora e gerente do Familia.com.br, com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas. Para contatá-la, visite seu website.

Website: http://instagram.com/racheldecastro

Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr