Uma PAIXÃO EXCESSIVA pelos filhos pode destruir seu casamento

Você já ouviu falar no complexo do Jocasta? Sabe do que se trata? Veja se isso acontece com você!

4,370 views   |   15 shares
  • Certamente você mãe, já deve ter conhecimento das comuns preferências dos filhos em relação aos pais dependendo do sexo: meninas são (em geral) mais ligadas aos pais, e os meninos (em geral) mais ligados à mãe.

  • Esse fato, segundo teorias psicológicas aceitas mundialmente, são chamados de complexo de Eletra (meninas) e complexo de Édipo (meninos).

  • Todavia, vamos aprender um pouco sobre um outro complexo, esse que é menos conhecido pelos pais e pela sociedade, mas que existe, e atualmente seu número vem crescendo cada dia mais.

  • Trata-se do complexo de Jocasta, ou seja, circunstâncias ou atos ligados entre o relacionamento da mãe com os filhos, onde as atitudes da mãe podem ser prejudiciais aos filhos, e principalmente ao seu casamento.

  • Ocorre quando nós mães ficamos tão ligadas aos nossos filhos que podemos sem perceber tomar atitudes danosas ao seu futuro. Acabamos por superproteger demais nossos bebês (sejam que idade tenham) ou até mesmo evitar, ou impedir que os filhos se tornem pessoas responsáveis e maduras, assumindo o controle da vida destes.

  • A Psicóloga, Ana Luisa Testa, ensina que "o problema ocorre quando os pais não enxergam (negação) de que os filhos precisam assumir outros papéis na vida para que sejam felizes".

  • Acontece casos em que a mãe não aceita nenhuma namorada do filho, ou superprotege fazendo tudo pelos filhos, impedindo que esses cresçam.

  • As consequências, conforme assinala Ana Luisa, são pessoas narcisistas, sem limites em manipular os outros para seu bem-estar, pois sempre querem ser tratadas como um ser especial! E seus relacionamentos amorosos nunca são suficientes, pois sempre são comparados com o da mãe que é bem mais sedutor.

  • Continuando com os trágicos acontecimentos que esse tipo de atitude pode desencadear em nossas famílias, os filhos não se casam e ficam ali grudados na barra da saia, não há marido que aguente tanta superproteção!

  • Os filhos, como o velho e sábio ditado já diz, devem e precisam ser criados para o mundo. Ali que irão viver e necessitam estar, não mais sob nossa proteção e olhar.

  • Advertisement
  • Nosso casamento deve vir em primeiro lugar, antes de nossos filhos, afinal nossos filhos só nasceram porque um dia nos casamos!

  • É irresistível, quase impossível, e pode até soar como algo desumano, pensar em colocar nosso cônjuge à frente de nossos filhos, mas sim, é o que precisamos fazer para manter nosso casamento saudável e duradouro.

  • Quando paramos para pensar nas consequências que podem acontecer aos nossos próprios filhos, no caso de um divórcio, estaremos cientes de que o melhor que podemos fazer para proteger, amar, e garantir um futuro seguro aos nossos filhos é blindar nosso casamento.

  • As responsabilidades de uma nova vida em nossos braços nos deixam tão alegres que por um momento podemos (sem notar muitas vezes) estar mais apaixonados por nossos filhos do que por nosso cônjuge, então as consequências já são previstas.

  • A vida familiar é composta por um equilíbrio necessário e essencial, todos tendo seu espaço e seu tempo, sem dar prioridade total aos filhos, sem deixar de sair com o cônjuge sozinhos de vez em quando, sem centralizar todas as atenções apenas para as crianças.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Bacharel em Direito, Mediadora e Conciliadora de Família, realiza palestras para noivos e recém-casados sobre relacionamentos, especialista em Psicologia Jurídica, esposa, mãe e genealogista.

Uma PAIXÃO EXCESSIVA pelos filhos pode destruir seu casamento

Você já ouviu falar no complexo do Jocasta? Sabe do que se trata? Veja se isso acontece com você!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr