Andropausa: Sintomas, tratamentos e cuidados

Se uma mulher que já passou dos 40 anos apresenta cansaço, depressão, ansiedade, irritabilidade, perda da libido e calores, ah, é menopausa... Mas, e se for um homem?

14,870 views   |   26 shares
  • Segundo a SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), entre os 40 e 55 anos de idade, homens podem apresentar sintomas semelhantes à menopausa.

  • Cientificamente chamada de deficiência androgênica do envelhecimento masculino (Daem), a Andropausa atinge de 10% a 15% dos homens a partir dos 40 anos. Diferente da menopausa, nem todos os homens vão apresentar seus sintomas e também não cessarão sua fertilidade como as mulheres. Muitos homens podem chegar aos 80 anos sem apresentar nenhum sintoma. Além disso, o processo é mais lento e gradual e nem todos têm queda hormonal significativa.

  • Outra diferença é que, no homem, esse processo começa bem mais cedo – por volta dos 30 anos, mas por ser muito lento o processo, só é percebido vários anos mais tarde. No entanto, os médicos não recomendam medir os níveis de testosterona em homens jovens até que os sintomas estejam sendo realmente percebidos e causando desconforto, pois algumas doenças podem apresentar sintomas semelhantes.

  • Enquanto nas mulheres é um processo natural, nos homens é uma doença. A queda gradual dos níveis de testosterona circulante pode estar ligada à qualidade de vida.

  • O que é testosterona?

  • Esse é o hormônio responsável pelas características masculinas, funções reprodutivas, desejo sexual, saúde e bem-estar físico do homem. Quando seus níveis caem, o homem experimenta um declínio em todas essas áreas pelas quais o hormônio é responsável. Sua libido e desempenho sexual ficam debilitados, e sua aparência tende a modificar- se.

  • O que pode desencadear a Andropausa?

  • Com a idade, ocorre o declínio de testosterona em quase todos os homens, e certamente alguns agravantes podem desencadear a doença, entre os mais comuns estão:

    • Estresse

    • Hereditariedade

    • Disfunções tireoidianas

    • Álcool, tabagismo e drogas

    • Contusões testiculares

    • Intervenções cirúrgicas

    • Obesidade e suas complicações como diabetes

    • Infecções

  • Sintomas de alerta

  • Os sintomas que realmente indicam a Andropausa são:

    • Diminuição do desejo sexual

    • Disfunção erétil

    • Mudança de humor/depressão

    • Queda na produção intelectual com prejuízo da memória

    • Menor noção de espaço

    • Fadiga

    • Diminuição de massa muscular e óssea

    • Aumento da circunferência abdominal

    • Perda de pelos corporais, exceto a calvície – que não indica baixo nível de testosterona.

    • Dificuldades para dormir

  • Advertisement
  • Quando o homem apresenta esses sintomas (em qualquer idade), deve procurar um médico. Embora a Andropausa apareça após os 40 anos, homens mais jovens podem ter queda de testosterona sem que seja necessariamente Andropausa.

  • Homens acima de 50 anos devem fazer um check up anual incluindo a dosagem dos níveis de testosterona. Um simples exame de sangue pode ajudar a impedir que os sintomas prejudiquem o cotidiano do paciente ou que afetem sua disposição física e mental.

  • Há como evitar a Andropausa?

  • Não existe um meio comprovado de evitar, mas sim de postergar seus sintomas ou nem mesmo vir a percebê-los através de hábitos saudáveis.

  • Alimentação

  • Evite açúcar, gorduras e inclua mais peixes e frutos do mar na alimentação, como as ostras – devido à quantidade de zinco que é fundamental na regularização dos níveis de testosterona.

  • Carne vermelha magra e branca (aves), feijão, brócolis, repolho e couve-flor (devido aos níveis elevados de indóis, compostos alimentares que ajudam a reduzir os níveis de estrogênio). O que também contribui para a perda de peso.

  • Estes são alimentos que diminuem o nível de cortisol(hormônio gerado por estresse e que, quando em excesso, aumenta a gordura abdominal, o risco de diabetes, pressão alta, depressão, entre outros). Quando o cortisol está alto, a testosterona baixa, então é importante combater o excesso através da alimentação efetiva que pode incluir ainda:

  • Frango, arroz integral, leite e derivados, nozes.

  • Exercícios físicos e vida social e emocionalmente ativa são importantes

  • Evite soja

  • Estudos mostram que há uma relação entre a soja e seus derivados e a baixa de testosterona. Saiba mais aqui.

  • Embora a Andropausa não tenha uma prevenção definitiva, ela pode ser adiada e controlada, garantindo ao paciente melhor qualidade de vida. Nos casos em que a condição já compromete o bem-estar do paciente, a reposição hormonalpode ajudar. Procure um médico.

  • Advertisement
  • Leia também: Entendendo e vivendo em paz com a menopausa

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Andropausa: Sintomas, tratamentos e cuidados

Se uma mulher que já passou dos 40 anos apresenta cansaço, depressão, ansiedade, irritabilidade, perda da libido e calores, ah, é menopausa... Mas, e se for um homem?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr