8 tipos de casais que terão sérios problemas no casamento

No Brasil, houve um aumento de 161% dos divórcios em apenas uma década. Veja se você não está entre os casais que mais se separam.

4,973 views   |   7 shares
  • Segundo dados do IBGE, os divórcios tiveram um aumento de 160% em dez anos. Entre as facilidades da internet, a independência financeira e o empoderamento da mulher. Também há outras razões campeãs de divórcio. Entre os casais que mais se divorciam, temos:

  • 1. Ciumentos

  • Primeiramente, quando os dois são extremos em um mesmo aspecto a coisa fica feia. Em especial quando o problema é o ciúme. Sentir medo de perder em doses pequenas até faz bem ao relacionamento. Mas, quando o ciúme é exacerbado, quebra-se a confiança e muitas vezes rompe até o limite do respeito. Isso tudo já atrapalha quando um é ciumento, quando os dois o são, o futuro desse relacionamento fica comprometido.

  • 2. Gastões

  • O dinheiro pode trazer muita tranquilidade ao relacionamento, mas também pode ser um grande problema. Segundo informações do bloomberg, estudiosos das universidades da Pensilvânia, Michigan e Northwestern concluíram que consumidores irresponsáveis tendem a se casarem com alguém semelhante. O problema, ainda segundo os estudiosos, é que essa semelhança acaba gerando problemas financeiros e provocando o fim do casamento.

  • 3. Frios

  • Frieza no sentido de carinho, sentimento, afetividade, empatia e até sexualidade. Viver um inverno no casamento pode ser fatal. Ocorre quando os beijos já não são tão frequentes, quando o outro já não é mais prioridade e os corpos parecem não mais se atraírem. Casais frios já foram calorosos e apaixonados, não foi de uma hora para outra que a distância e a frieza imperaram. Simples ações como andar de mãos dadas, sentar próximos em reuniões de família, acompanhar em compromissos rotineiros, são essenciais para a chama não se apagar. Se já apagou, e não houver interesse em reascender, estamos diante de mais um casal fadado à separação.

  • 4. Um quer filhos, o outro não

  • Embora esse aspecto deva ser considerado antes de se casarem, em muitos casamentos essa decisão surge somente após alguns anos de convivência. Em geral, porque a parte interessada em ter filhos acredita que o outro vai mudar de ideia. Quando essa mudança não acontece, a conversa é franca, e com interesses diferentes a tendência é cada um seguir o seu caminho.

  • Advertisement
  • 5. Famílias separadas

  • Quando um casal se une para formar uma nova família, ele é apenas uma célula de outras duas famílias. Bom seria se cada casal tivesse a sorte de unir também as duas famílias e todos formarem uma grande família. Quando o contrário acontece, a sogra recebe apelidos pejorativos ao invés de carinho, reunir-se com a parentela é só mais um motivo para discórdia, enfim... a confusão está armada. E, infelizmente, a tristeza pode ocupar o lugar do amor que uniu aquele casal. Casais com uma boa relação com os familiares tendem a construir relacionamentos mais duradouros. O contrário dos casais que são vítimas de um palpite aqui, como colherada ali.

  • 6. Desinteressados

  • Desinteressados, desmotivados ou cansados são casais que não vão para frente. Casamento requer investimento de ambas as partes. "Quando um não quer, dois não brigam" ou "dois não fazem" ou "dois não ficam juntos". Os dois precisam ceder e juntos investirem na relação. Relevar os defeitos do outro, perdoar algumas vezes e se dedicar sempre. De acordo com Kevyn A Thompson, a falta de investimento intencional no casamento é a principal causa de términos.

  • 7. Infiéis

  • De acordo com uma pesquisa do Projeto Sexualidade - Prosex, do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, metade dos homens casados admitem ter traído sua esposa ao menos uma vez. Em contrapartida, as mulheres que traem ou já traíram representam 30,1%. Embora em menor número, a mulher está traindo cada vez mais. Segundo o advogado Alexandre Silva, a cada dez divórcios nos quais ele trabalha, sete são motivados pela infidelidade. Ainda segundo Alexandre, a maioria das traições acontece no ambiente de trabalho ou entre amigos do casal. Recentemente uma moça me confessou que fora traída há alguns anos e desde então ela também é infiel, criando um ciclo de infidelidade em seu relacionamento que já tem data predefinida para acabar. Em conversa com o esposo, ambos concordaram que com os filhos crescidos não terão por que se manterem juntos. Parece absurdo? Pois, infelizmente, é mais comum do que imaginamos.

  • 8. Idealizadores

  • "Ele vai melhorar depois de casarmos" ou "isso passa" ou pior: "o meu amor irá transformá-lo(a)". Quem nunca, se não pensou, já ouviu esses termos de alguém? Segundo as psicólogas Patrícia Rocco e Adriana Müller, muitos casamentos acabam devido a frustrações e decepções fruto da ideia perfeita que se criou do que seria o outro e o casamento em si. Para elas, é um erro acreditar que o que incomoda no namoro poderá ser mudado após a união pelo casamento. O casamento não é uma continuação do namoro, é sim uma nova fase do relacionando que exigirá outras responsabilidades do casal que podem evidenciar, ao invés de anular, algumas características. Talvez, a dica seja conhecer de verdade o outro, inclusive admitir e aceitar os defeitos, antes de dar um passo rumo à formação de uma nova família.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Karin Cristina é pedagoga, mãe e esposa. Apaixonada pelo ser humano, acredita que o conhecimento é capaz de mudar a humanidade e a leitura é o caminho.

8 tipos de casais que terão sérios problemas no casamento

No Brasil, houve um aumento de 161% dos divórcios em apenas uma década. Veja se você não está entre os casais que mais se separam.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr